A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de junho de 2018
Anuncie Aqui
8498
Geral

Inmetro não vê irregularidade em medidor e CPI da Enersul pedirá mais aferições

7 AGO 2007 - 07h17min
midia max news

A primeira etapa de aferições de medidores de energia elétrica não apresentou irregularidades na maioria dos casos. O primeiro lote aferido incluiu nove casos selecionados pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Enersul, com base em dados fornecidos pelo Procon/MS. Dos nove casos solicitados, apenas um não foi aferido, porque o residente não foi localizado.


De acordo com uma fonte, dos oito casos aferidos em pelo menos seis os medidores não apresentaram irregularidades, sobre os outros dois não havia informações. Os laudos ainda serão apresentados à CPI, provavelmente nesta quarta-feira (8).


O vice-presidente da CPI, Paulo Duarte (PT), disse que com certeza a comissão deverá pedir novas aferições, e alegou não ter informaçõesdos resutados, mas explicou que essa é apenas uma das etapas dos trabalhos da CPI. "Se havia indícios de irregularidades, o trabalho da CPI é verificar, se não foi constatada irregularidade vai dizer que não houve", disse Duarte.


Um das etapas previstas no cronograma da CPI é a realização de uma audiência pública no Congresso Nacional para oitiva da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), informou Duarte.


As aferições foram feitas em cinco consumidores industriais e quatro residenciais em Campo Grande e Nova Alvorada do Sul, todos indicados pela comissão. Um dos casos considerado relevante pela comissão foi o da indústria Dallas Alimentos, em Nova Alvorada, que, conforme apuramos, não apresentou problemas. A fonte informou ainda que em alguns casos o problema estava na ligação de energia, indicando como provável causa pela reclamação a fuga de energia. Fuga não se trata de ligação clandestina, ressaltou a fonte.


O trabalho foi realizado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial) e pela empresa prestadora de serviços Gauss, com acompanhamento da Enersul.


O Procon/MS entregou há duas semanas à CPI dados de aproximadamente 430 reclamações protocoladas no órgão desde janeiro de 2007, conforme disse na ocasião o superintendente da entidade, Wiliam Brito.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Traficante grávida engole droga ao ver polícia e passa mal em Aquidauana

2
Aquidauana

Primeira mulher comandante de Bombeiros Militar se despede, emocionada, da função

3
Policial

Garçom dá soco em cliente e caso termina na delegacia

4
Anastácio

Famílias desabrigadas do Cristo Rei fazem reivindicações em Centro Comunitário

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
5,23m
Miranda
3,31m
Aquidauana
2,89m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Só...

Robinson L Araujo

A IMPORTÂNCIA EM CONHECER A PALAVRA DE DEUS

Raquel Anderson

Calada noite

Ver Mais Colunas
498110645