A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
24 de Maio de 2017
Anuncie Aqui
8461
Processos

Justiça do Trabalho se prepara para solucionar centenas de processos na Semana da Conciliação

Empresas e trabalhadores são convocados para audiências, onde já há manifestação de pelo menos uma das partes em conciliar

19 MAI 2017 - 08h57min
Redação

A Justiça do Trabalho espera solucionar milhares de processos por meio de acordos entre patrões e empregados durante a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, que será realizada de 22 a 26 de maio, nos 24 Tribunais Regionais do Trabalho. Em Mato Grosso do Sul, 1.718 audiências foram agendadas para a próxima semana. Em todo o país, são mais de 30 mil processos em pauta.

Empresas e trabalhadores são convocados para audiências, onde já há manifestação de pelo menos uma das partes em conciliar. Assim, uma proposta de acordo é apresentada e as partes decidem se querem ou não encerrar o processo. Todos os acordos são mediados por um juiz ou servidor competente e a homologação é feita pelo juiz do trabalho. O evento, promovido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho, tem como objetivo finalizar de forma conciliatória processos que estão em tramitação: uma forma mais rápida e eficaz do que a via processual tradicional.

Na Semana Nacional da Conciliação Trabalhista do ano passado, as 26 Varas do Trabalho de Mato Grosso do Sul e o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região conseguiram o pagamento de direitos trabalhistas no valor de R$ 8 milhões, com um índice de acordo de 40%. Ao todo, 562 processos que tramitavam em Primeiro e Segundo Graus foram solucionados e 3.331 pessoas foram atendidas.

Este ano, a campanha tem o slogan "Para que esperar, se você pode conciliar". Desde 2015, a Justiça do Trabalho, por meio da Comissão Nacional de Promoção à Conciliação, promove campanhas como a Semana Nacional de Conciliação Trabalhista com o intuito de conscientizar e estimular empresas e trabalhadores a optarem pelo diálogo ao invés de uma ação judicial - o objetivo é que patrões e empregados firmem acordos e solucionem seus litígios trabalhistas, reduzindo o número de processos que tramitam nos tribunais e varas.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Assassinato de Katiele Cordeiro choca e promove debate sobre feminicídio

2
Policial

Animal na pista ou "fechamento" podem ter causado acidente na BR 262

3
Educação

Abertas as inscrições para os cursos técnicos do Senac EAD em Aquidauana

4
Aquidauana

Artista de rua recria Chaves e encanta público de Aquidauana

Vídeos

Alimentos feito com polpa de bocaiúva

Reforma sede da Rotai

Blitz educatica frente ao Exercito

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,28m
Miranda
Paraguai
3,93m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Chovendo

Valdemir Gomes

Ufa!

Rosildo Barcellos

Amor em Preto e Branco

Ver Mais Colunas
481710582