A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
14 de novembro de 2019
Anuncie Aqui
9194-->
Polícia

Médico diz que ganha pouco, se recusa a atender grávida e é preso em hospital

O anestesiologista teria afirmado que só atenderia os pacientes se ganhasse aumento de R$ 1,8 mil

17 OUT 2019 - 18h02min
Midiamax

Um médico foi preso nesta quarta-feira (16) após negar atendimento a uma grávida com pré-eclâmpsia em um hospital público de Naviraí. O profissional, que atua como anestesiologista, teria afirmado que só atenderia a paciente caso conseguisse um salário maior.

Conforme o boletim de ocorrência, no dia 12, o médico também teria tido a mesma conduta ao se negar a atender, afirmando que só trabalharia se conseguisse receber a quantia de R$ 1,8 mil a mais por dia. Na ocasião, os pacientes que precisavam de cirurgia só foram atendidos após o hospital transferi-los para outra unidade.

Nesta quarta-feira, uma grávida com pré-eclâmpsia deu entrada no hospital e novamente o médico não quis atender. O gerente de saúde do hospital procurou um promotor e, por telefone, o gerente ligou para o médico para mostrar ao promotor as inúmeras recusas do anestesiologista.

Ainda segundo o registro policial, quando o médico atendeu ao telefone, o gerente colocou em viva-voz e durante a ligação, o anestesiologista perguntou se o gerente havia conseguido melhorar a proposta salarial. Com o gerente de saúde negando o aumento, o médico voltou a negar a atender os pacientes e supostamente voltou a pedir R$ 1,8 mil por dia.

Ao testemunhar o fato, o promotor acionou o delegado Eduardo Lucena da 1º DP de Naviraí e o médico foi preso no hospital. O irmão do anestesiologista, que é advogado, acompanhou todo o procedimento. A paciente grávida seria encaminhada para um hospital de Dourados.

O boletim de ocorrência foi registrado como concussão, que é o ato de exigir algo para si mesmo, de forma direta ou indireta, antes mesmo de assumi-la. Desta forma, vantagem indevida.

O Jornal Midiamax apurou, conforme o portal de transparência da Prefeitura de Naviraí, que profissionais concursados da mesma especialidade do médico envolvido no caso recebem R$ 5,5 mil de remuneração fixa. O valor é acrescido de plantões e horas extras. O médico preso, no entanto, era contratado pela prefeitura.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Em Aquidauana, criança é impedida de ir ao banheiro e pede socorro ao pai

2
Policial

Homem é preso pela PM por estuprar filha da enteada

3
Anastácio

Idoso de Anastácio se apaixona por falsa militar dos EUA e perde mais R$ 3 mil em golpe

4
Aquidauana

Confira: 57 cidades de MS estão com alerta de tempestades

Vídeos

Assaltante que aterroriza Aquidauana realiza furtos em cidades vizinhas

Durante combate a incêndio, bombeiros resgatam jaguatirica ferida 1

Família perde tudo em incêndio que atingiu quatro casas

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max29

Aquidauana

Sol com muitas nuvens a nublado com chuva no fim da manhã. Tarde e noite chuvosas.
min22 max29

Anastácio

Sol com muitas nuvens a nublado com chuva no fim da manhã. Tarde e noite chuvosas.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,39m
Miranda
2,84m
Paraguai
1,05m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Têm...

Dr. Giuliano Máximo

Mais uma vez a prisão em 2º grau

Flavia Rohdt

Aldravia #12

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Restaurantes

Churrascaria e lanchonete Laçador II

Pedroso Alagues, s/n BR 262 - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245 0300
Telefones Úteis

Detran

Rua Jose Alves Ribeiro, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1187/2210
Escolas Estaduais

Escola Estadual Antonio Correa

Rua Teodoro Rondon, 765 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1985
Ver Mais
508110705