A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
24 de Março de 2017
Anuncie Aqui
8214
Geral

Morre, aos 62 anos, o historiador Antônio Jacó Brand

Professor faleceu nesta terça-feira (3). Ele era do RS e trabalhava em MS. Trajetória de Brand foi marcada por luta a favor de indígenas do estado.

3 JUL 2012 - 16h30min
G1 MS
O professor Antônio Jacó Brand, mestre e doutor em História, morreu na manhã desta terça-feira (3) em Porto Alegre (RS). O pesquisador tinha 62 anos e era natural do Rio Grande do Sul, mas residia e trabalhava em Mato Grosso do Sul.
 
Brand era coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas (Neppi), da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), em Campo Grande, onde atuou como professor por 16 anos.
 
A trajetória do historiador foi marcada pela luta em defesa das populações indígenas do estado. A tese escrita por Brand, intitulada como ?O impacto da perda da terra sobre a tradição Kaiowá/Guarani: os difíceis caminhos da Palavra?, fala sobre os processos históricos que levaram os indígenas ao confinamento em Mato Grosso do Sul e sobre os impactos culturais e sociais vividos por esses povos no estado.
 
Segundo informações da UCDB,  Brand  estava internado por causa de uma cirurgia cardíaca. Ele era casado e tinha uma filha. O sepultamento será realizado em Montenegro (RS), cidade natal do docente.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

“Estamos chocados”, diz morador de Rio Negro sobre crime bárbaro desta quinta feira

2
Policial

Capitania Fluvial instaura inquérito administrativo para apurar afogamento da menina Laura

3
Aquidauana

Concurso da Uems tem 7 vagas para níveis médio e superior em Aquidauana

4
Policial

Homem aborda jovem com camisa aberta e penis de fora

Vídeos

Criança ainda está desaparecida nas águas do Aquidauana

Incêndio em residência em Anastácio

Lançamento de Obras em Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,59m
Miranda
2,0m
Paraguai
1,10m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: MEIAS PALAVRAS

Raquel Anderson

Feminice!

Ver Mais Colunas
472810706