A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de janeiro de 2019
Anuncie Aqui
8486
Geral

Movimentos sociais elaboram sugestões contra violência

18 SET 2007 - 08h04min
assembléia legislativa de ms

Pelo menos duzentas pessoas, representantes de movimentos populares, de entidades ligadas aos direitos humanos, de defesa de crianças e adolescentes, de combate a homofobia e lideranças indígenas, definiram ontem durante audiência pública uma pauta de sugestões a ser encaminhada para Brasília no 2º Encontro Nacional dos Direitos Humanos, que acontece nos dias 25 e 26 de setembro na Capital Federal. Na lista estão propostas que visam a garantia de direitos e a redução dos índices de violência em Mato Grosso do Sul e no Brasil.


Os participantes sugeriram reforma imediata no Judiciário como passo fundamental para assegurar direitos e garantir acesso à Justiça. "È necessário que se criem varas voltadas para os direitos humanos e que seus juízes tenham essa base humana também", lembrou o juiz José Berlange de Andrade, da Vara de Terenos, município localizado a 30 quilômetros de Campo Grande. Outra proposta levantada na audiência é a de criar em âmbito nacional uma política de capacitação contra homofobia e de humanização no atendimento às mulheres vítimas de violência. "É preciso uma capacitação permanente de policiais, setores da saúde e demais esferas que tratem da questão da homofobia", lembrou o cientista social, Diógenes Cariaga.


Mais do que sugestões, o grupo que trabalhou a violência contra índios lembrou da necessidade de se fazer no país o reconhecimentos e a demarcação dos territórios indígenas, assim como garantir a permanência das comunidades quilombolas nas terras onde se encontram atualmente. "Nesse momento, é importante lembrar que essa luta não é isolada. A luta dos índios não é só dos índios. A luta dos negros não é apenas deles, mas de todos nós", enfatizou o deputado Pedro Kemp, ao relatar os depoimentos colhidos no grupo.


A audiência pública Segurança Pública, Direitos Humanos e Acesso à Justiça foi proposta pelo CDDH (Centro de Direitos Humanos Marçal de Souza Tupã I), com o apoio do mandato do deputado Pedro Kemp (PT).

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

“Não me mata, porque eu tenho filhos”, disse merendeira

2
Aquidauana

Capataz planejou furto de 14 cabeças de gado de fazenda em Aquidauana

3
Policial

Polícia Civil apresenta “Palhaço Sabiá” nesta quarta-feira

4
Aquidauana

Abandonado na estação há quase 50 anos, mecânico ainda não sabe o paradeiro dos pais

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Não...

Robinson L Araujo

NÃO DESISTA!

Raquel Anderson

"Num tempo da delicadeza!"

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Telefones Úteis

Estação Rodoviaria

Rua Estevão Alves Correa, Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2158
Escolas Estaduais

Escola Estadual Candido Mariano

Rua Candido Mariano, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3472
Escolas Estaduais

Escola Estadual Antonio Solústio

Rua 13 de Junho, 2005 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4013
Ver Mais
497810585