A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
25 de março de 2019
Anuncie Aqui
8816
Geral

Movimentos sociais elaboram sugestões contra violência

18 SET 2007 - 08h04min
assembléia legislativa de ms

Pelo menos duzentas pessoas, representantes de movimentos populares, de entidades ligadas aos direitos humanos, de defesa de crianças e adolescentes, de combate a homofobia e lideranças indígenas, definiram ontem durante audiência pública uma pauta de sugestões a ser encaminhada para Brasília no 2º Encontro Nacional dos Direitos Humanos, que acontece nos dias 25 e 26 de setembro na Capital Federal. Na lista estão propostas que visam a garantia de direitos e a redução dos índices de violência em Mato Grosso do Sul e no Brasil.


Os participantes sugeriram reforma imediata no Judiciário como passo fundamental para assegurar direitos e garantir acesso à Justiça. "È necessário que se criem varas voltadas para os direitos humanos e que seus juízes tenham essa base humana também", lembrou o juiz José Berlange de Andrade, da Vara de Terenos, município localizado a 30 quilômetros de Campo Grande. Outra proposta levantada na audiência é a de criar em âmbito nacional uma política de capacitação contra homofobia e de humanização no atendimento às mulheres vítimas de violência. "É preciso uma capacitação permanente de policiais, setores da saúde e demais esferas que tratem da questão da homofobia", lembrou o cientista social, Diógenes Cariaga.


Mais do que sugestões, o grupo que trabalhou a violência contra índios lembrou da necessidade de se fazer no país o reconhecimentos e a demarcação dos territórios indígenas, assim como garantir a permanência das comunidades quilombolas nas terras onde se encontram atualmente. "Nesse momento, é importante lembrar que essa luta não é isolada. A luta dos índios não é só dos índios. A luta dos negros não é apenas deles, mas de todos nós", enfatizou o deputado Pedro Kemp, ao relatar os depoimentos colhidos no grupo.


A audiência pública Segurança Pública, Direitos Humanos e Acesso à Justiça foi proposta pelo CDDH (Centro de Direitos Humanos Marçal de Souza Tupã I), com o apoio do mandato do deputado Pedro Kemp (PT).

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Em luto, Uems em Aquidauana suspende atividades nesta segunda-feira

2
Aquidauana

Após acidente perto de Aquidauana, menina de 2 anos morre em hospital

3
Aquidauana

Leilão Direito de Viver arrecada mais de 130 mil para construção do futuro Hospital de Amor

4
Bodoquena

Operação entre PM e Policia Civil termina com 2 presos em Bodoquena

Vídeos

CCE Centro Cristão de Ensino leva conhecimento e valores a crianças e adolescentes para a vida toda

Em capotamento, airbag salva motorista da morte em Aquidauana

Incorporação dos Alunos do Núcleo de preparaçao de Oficiais da Reserva (NPOR)

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min21 max33

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min21 max33

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
6,14m
Miranda
5,90m
Aquidauana
5,90m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE (NÃO) ADMIRAR: O HORROR

Paulo Corrêa de Oliveira

MISTÉRIOS DA PONTE VELHA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Transportes

BAIANINHA

Rua Estevão Alves Corrêa, 3116 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4445 / 995
Associações e Sindicatos

Delegacia Sindical dos Artesões de Aquidauana Associação

Praça dos Estudantes, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 9601-2585
Médicos

Rufo Antonio da Silva - Endocrinologista

Rua Jose Bonifácio, 634 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4764
Ver Mais
508110535