A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de março de 2019
Anuncie Aqui
8502
Geral

Queimadas na Amazônia crescem 30% em relação a 2006 e serrarias operam a todo vapor

24 SET 2007 - 09h39min
dothCom Consultoria Digital

O cenário é desolador. O avião sobrevoa uma extensa área completamente esturricada, ainda há focos de fogo na vegetação, a floresta arde.


O piloto faz uma curva radical à esquerda, e logo se vêem toras de castanheira, árvore protegida da Amazônia, agonizando em chamas. Sobem grossos rolos de fumaça, que deixam o ar quase irrespirável. Mais à frente, muitas outras castanheiras estão sendo queimadas. O clima a bordo do monomotor Cessna Caravan do Greenpeace é de velório. Já não resta dúvida: o Parque das Castanheiras, no município de Cláudia, Norte de Mato Grosso, área de Floresta Amazônica, está sendo destruído pelo fogo.


Informações reunidas já permitem afirmar que o ritmo de devastação da Amazônia, que diminuíra 49% nos últimos dois anos, voltou a aumentar a partir de maio de 2007. Pelos dados do PrevFogo, o número de queimadas em áreas de floresta cresceu 30% este ano em relação a 2006. Só em agosto, foram registrados 16.592 focos de calor em florestas, o dobro do mesmo mês do ano passado. Em maio último, quando a curva dos gráficos voltou a subir, o desmatamento registrado foi quatro vezes maior que em maio de 2006. Em Mato Grosso, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) já detectou aumento de 200% no desmatamento nos meses de maio, junho e julho deste ano, interrompendo a trajetória de queda.


Cuiabá em estado de emergência
Em campo, os sinais do problema são dramáticos: o aeroporto de Alta Floresta, no Norte de Mato Grosso, passou três dias fechado, semana passada, por causa da espessa fumaça. Quando o avião do Greenpeace se prepara para pousar, a torre de controle avisa que a visibilidade é de apenas 1.600 metros. Da cabeceira da pista, não se vê a outra extremidade. Cuiabá decretou estado de emergência, e um dos motivos é a fumaça.


Como os levantamentos oficiais, feitos com base em imagens de satélite, são sempre demorados, o próximo relatório, referente ao período entre agosto de 2006 e julho de 2007, ainda deverá indicar uma redução no desmatamento. No período 2005/2006, foram desmatados 14 mil quilômetros de floresta, e agora espera-se algo em torno de 9.600 quilômetros quadrados.


Não é pouco: só entre 2000 e 2005, foram devastados 130 mil quilômetros quadrados no Brasil, o equivalente ao território de Portugal e Espanha somados. Mas a retomada do crescimento a partir de maio só irá aparecer nos números oficiais no ano que vem.


Nas serrarias da Amazônia, o ritmo de trabalho é incessante, num sinal claro dos fatos que os números ainda não revelam.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Quatro são presos suspeitos de estupro coletivo em aldeia

2
Policial

Ex-namorado e mais 3 embriagaram e estupraram menina por 12 horas

3
Policial

Homem é preso por estuprar e engravidar menina de 11 anos

4
Geral

Publicado decreto que restitui jornada normal de trabalho

Vídeos

CCE Centro Cristão de Ensino leva conhecimento e valores a crianças e adolescentes para a vida toda

Em capotamento, airbag salva motorista da morte em Aquidauana

Incorporação dos Alunos do Núcleo de preparaçao de Oficiais da Reserva (NPOR)

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max29

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min23 max29

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,65m
Miranda
5,48m
Aquidauana
4,23m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Nada...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE (NÃO) ADMIRAR: O HORROR

Paulo Corrêa de Oliveira

MISTÉRIOS DA PONTE VELHA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Farmácias e Drogarias

Drogaria Guanandy

Manoel Antonio Paes de Barros, 1332 - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Advocacia

André Lopes Béda

Rua Manoel Antonio Paes de Barros, 1469 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3294 / 324
Telefones Úteis

Exercito Brasileiro - 9º Batalhão de Engenharia e Combate - 9º BEComb

Rua Duque de Caxias, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 1600
Ver Mais
508110611