A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de fevereiro de 2019
Anuncie Aqui
8494
Geral

Russos avaliam situação sanitária no Brasil para definir importação

6 SET 2007 - 10h12min
mnp

Uma comitiva do serviço veterinário da Federação Russa ficará por 20 dias no Brasil para avaliar a situação sanitária.
 
A informação é do secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz, que se reuniu nesta quarta-feira (05) com os técnicos russos e acrescentou que as análises de campo deverão começar na segunda-feira (10).


A delegação, com 20 pessoas, também ajudará a definir uma plano de trabalho com o objetivo de preparar o primeiro memorando de entendimento sobre regras sanitárias entre os dois países. "Eles vão examinar nossa capacidade de diagnóstico e laboratorial, controles da produção de insumos, a situação epizoótica [serviço de sanidade animal], nosso sistema de inspeção e o programa de controle e erradicação da brucelose e tuberculose", disse Kroetz. A Rússia, atualmente, compra carne bovina do estados de Goiás, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, São Paulo, Tocantins e Roraima. Já a carne suína é importada de Mato Grosso e do Rio Grande do Sul.


O secretário lembrou que além dos países da União Européia, o maior mercado isolado para a carne brasileira é a Federação Russa. Nos últimos meses, países como a Inglaterra e a Irlanda têm promovido discussões em favor do embargo à carne brasileira.


Na terça-feira, cinco deputados do Parlamento Europeu iniciaram uma campanha para banir da região a carne bovina brasileira, sob a alegação de risco à saúde após os registros de febre aftosa no país. Para Inácio Kroetz, a avaliação dos parlamentares não se baseia em dados concretos: "Isso é fruto de uma investigação clandestina realizada aqui no Brasil e é absolutamente desprovida de crédito, porque não é oficial, não respeitou qualquer parâmetro".


O secretário também adiantou que o Brasil deverá investir US$ 750 mil por ano, até 2011, no combate à febre aftosa na divisa de Mato Grosso com a Bolívia.


Os recursos sairão do Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul (Focem).
 
"É a forma encontrada pelo Brasil para cooperar com os países vizinhos que têm problema com a aftosa. Nós não teremos um Brasil livre e seguro enquanto o vírus circular na América Latina", disse.

 (67) 99984.6000

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Mulher e adolescente são flagrados com pasta base de cocaína em Aquidauana

2
Aquidauana

Pista no entorno do Ginásio Poliesportivo de Aquidauana é alvo de vândalos

3
Aquidauana

Jornal O Pantaneiro disponibiliza canal para denúncias e sugestões

4
Esportes

Aquidauanense perde por 3 a 1 para o Corumbaense no Arthur Marinho

Vídeos

1º Leilão Direito de Viver

Ciclista sofre fratura após ser atropelado por caminhão

Despedida do Pe. Thiago Machado

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min21 max35

Aquidauana

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
min21 max35

Anastácio

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Aqui...

Robinson L Araujo

QUANDO A FAMÍLIA FAZ DO PERDÃO UMA PONTE DE RESTAURA...

Raquel Anderson

Morrer na lama!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Lojas de Souvenirs

CASA DO ARTESÃO

Praça dos Estudantes, s/n Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 96012585 (Louri
Restaurantes

Restaurante e Chopperia Moderna

Rua Augusto Mascarenhas, 573 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 8100
Escolas Particulares

Center Informática

Rua Manoel Antônio Paes de Barros, 725 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3159 / Fax
Ver Mais
508110642