A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
16 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8498
Geral

Segunda cidade mais antiga de MS, Miranda completa 235 anos de fundação

Programação de aniversário se estende até a noite desta terça-feira

16 JUL 2013 - 14h45min
redação
Localizada a 65 quilômetros de Aquidauana, a cidade de Miranda completa 235 anos de emancipação político-administrativa nesta terça-feira (16), sendo a segunda mais antiga do Estado de Mato Grosso do Sul.
 
De acordo com dados do IBGE, Miranda tem PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 257 milhões. A população da cidade é de 25.595 habitantes, em uma área de 5.478,825 km², conforme revelaram os dados do Censo 2012.
 
Com o objetivo de comemorar a data festiva, a prefeita Marlene Bossay (PMDB) elaborou uma extensa programação, que teve início no último dia 09 de julho com o Arraiá da Assistência Social. Nesta terça-feira, as atividades começaram às 05 horas com a alvorada festiva, seguindo com o hasteamento dos pavilhões nacional, estadual e municipal.

Ainda pela manhã houve a celebração de uma missa em homenagem à Nossa Senhora do Carmo, padroeira da cidade, na Igreja Matriz.
 
A programação de aniversário também prevê um amistoso entre o Aquidauanense e a seleção de Miranda. Às 17 horas, na Praça Agenor Carrilho, será realizado o desfile cívico e escolar seguido do desfile de Bandas Marciais do município.

A partir das 21 horas, no Parque de Exposições, acontece o encerramento da Fecir (Feira Ecológica, Cultural, Indígena e Rural), com show pirotécnico e apresentação da dupla Kid e Kenner. A entrada é franca.
 
História
 
Fundada em 1778 a partir da construção do Presídio Nossa Senhora do Carmo do Rio Mondego, por determinação do governador-general Caetano Pinto de Miranda a mando do Capitão das Conquistas João Lemes do Prado. Seu nome inicial era Mondego, que depois formou-se o povoado.
 
Em 1835, o local passou a se chamar Nossa Senhora do Carmo de Miranda. Em 1857, Francisco Rodrigues do Prado (irmão do fundador do presídio) consegue por meio de lei provincial transformar a localidade em vila com o nome de Miranda, sendo uma homenagem ao ex-governador que iniciou a construção do presídio. Em 1865, o local foi destruído pelos paraguaios durante a Guerra do Paraguai. Com o progresso, a cidade foi reconstruída novamente. Em 1918, foi elevada à categoria de cidade.
 
Atualmente, suas principais atividades econômicas são a agropecuária, indústrias de cerâmica, turismo de pesca e ecoturismo. (com informações do Municípios MS)

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Anastaciano é assassinado após desentendimento no Distrito Águas de Miranda

2
Aquidauana

Vítima de acidente fatal em Sidrolândia era cabo do Exército em Aquidauana

3
Aquidauana

Durante operação, PM leva 25 pessoas para a delegacia em Aquidauana e região

4
Anastácio

Homem assassinado em Águas do Miranda trabalhava para dar melhores condições à filha

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
4,16m
Aquidauana
3,06m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Fico...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

A IMPORTÂNCIA DO SER PROFESSOR: O ATO E O FATO.

Robinson L Araujo

UMA HERANÇA ESTABELECIDA POR DEUS

Ver Mais Colunas
498110524
SERIEMA FIXO 1260