A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de janeiro de 2020
Anuncie Aqui
-->
Geral

Sisbov será feito em 50 milhões de cabeças neste ano

20 JUL 2007 - 07h38min
midia max news

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, disse que o novo Sisbov (Sistema de Rastreabilidade de Bovinos) estará em pleno funcionamento até o fim do ano e a estimativa é que o número de animais cadastrados chegue a 50 milhões de cabeças de gado. As informações são do jornal Estado de São Paulo.


Stephanes afirmou que apenas os animais e fazendas que constarem do cadastro poderão exportar seu produto para a União Européia. O prazo para que os pecuaristas adotem o novo sistema vai até 31 de dezembro.


A partir daí, os pecuaristas que quiserem exportar carne bovina terão que atender à instrução normativa nº 17, que determina a rastreabilidade, com identificação de todos os animais da propriedade e informações sobre o manejo do rebanho. Com a mudança para o novo Sisbov, uma propriedade só poderá ter animais de áreas livres de febre aftosa.


O rastreamento dos animais foi um dos pontos questionado pelos irlandeses no relatório apresentado ao Parlamento Europeu. O governo estuda transferir a gestão dos bancos de dados deste sistema para a iniciativa privada, mas o assunto é polêmico porque é alvo de disputa entre as entidades representativas do setor.


Stephanes observou que já recebeu propostas da ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu) e da própria cna (Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil). "Recebi uma ligação do próprio Fábio Meirelles (presidente da entidade) para tratar deste assunto", disse Stephanes.


O secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Marcio Portocarrero, disse que o governo deverá receber as propostas de migração do sistema de gestão do banco de dados entre 30 e 40 dias. A partir daí, terá início o processo de transferência das informações. Portocarrero garantiu que a migração não será imediata para não oferecer risco às exportações brasileiras de carne. Ele explica que a transição do banco de dados para o setor privado deve durar dois anos. No primeiro ano, os dois sistemas - privado e público - irão operar paralelamente, mas depois será totalmente transferido para o setor privado.


"Quando há interesse do setor privado, o sistema funciona. Já é assim no Canadá e na Nova Zelândia. A máquina pública oferece entraves que o setor privado não enfrenta", afirma Portocarrero, lembrando que o serviço público é mais lento para adotar medidas emergenciais, que podem ser rapidamente solucionadas.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Homem é jogado por 'amigos' no rio Aquidauana e segura em galhos para não se afogar

2
Aquidauana

Família pede orações ao seu Assis, pipoqueiro mais conhecido de Aquidauana

3
Trânsito

Aquidauanense morre em acidente na BR-163

4
Policial

Mulher deixa homem com vísceras expostas após facada e acaba presa pela PM

Vídeos

Sepultamento de sargento tem cortejo de bombeiros e policiais

Motorista perde o controle da direção e cai no córrego João Dias

Dois Irmãos do Buriti/ms - Rellion 220 - Banda Beleza Pura

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max31

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min22 max31

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
4,49m
Miranda
5,30m
Paraguai
1,20m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Cada...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"O CETRO"

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: O COLECIONADOR DE PERDAS

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Transportes

Viação CRUZEIRO DO SUL

Rua Nelson Felício dos Santos, 145 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2929
Médicos

Ademir Bossay Candia - Pediatria

Rua 7 de Setembro,, 486 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2894
Pousadas

Pousada Recanto das Emas

Estrada da Barra Mansa, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6180 / 998
Ver Mais