A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
17 de Agosto de 2017
Anuncie Aqui
8463

Diário Oficial da União traz autorização de financiamento do Fonplata para Corumbá

25 AGO 2016 - 09h10min
Da Redação
Publicada na edição de hoje, 25 de agosto, do Diário Oficial da União (DOU) a Resolução nº 34, de 2016, do Senado Federal, que autoriza o Município de Corumbá a contratar operação de crédito externo, com garantia da União, com o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), no valor total de até 40 milhões de dólares (equivalentes a R$ 128,8 milhões). Os recursos destinam-se ao financiamento parcial do "Programa de Desenvolvimento Integrado de Corumbá (PDI)".
 
Pela resolução, a operação de crédito estabelece prazo de desembolso de 60 meses, contados a partir da data de entrada em vigor do contrato; com período de carência também de 60 meses. O prazo de amortização ? tempo necessário para o pagamento de todas as parcelas ? é de 156 meses (13 anos).
 
Os juros exigidos semestralmente são calculados com base na Libor semestral para dólar dos Estados Unidos da América, acrescidos de margem (spread), expressa como percentagem anual de 2,74% ao ano e pagos junto com a parcela de amortização. Há ainda taxas de compromisso; de administração e a compensação de reserva de crédito.
 
As datas de pagamento do principal, dos encargos financeiros e dos desembolsos previstos poderão ser alteradas em função da data de assinatura do contrato de empréstimo.
 
De acordo com a resolução do Senado, a autorização para contratar operação de crédito externo está condicionada ao cumprimento das condições prévias ao primeiro desembolso; à comprovação da situação de adimplemento quanto ao pagamento de tributos, empréstimos e financiamentos devidos à União e quanto à prestação de contas de recursos anteriormente dela recebidos; - à celebração de contrato de concessão de contragarantia entre o Município de Corumbá e a União, sob a forma de vinculação das cotas de participação do Município na arrecadação da União, bem como das receitas próprias do Município a que se refere o artigo 156 da Constituição Federal (que trata dos impostos do Município).
 
O prazo máximo para o exercício da autorização é de 540 dias, a partir da entrada em vigor da Resolução, que é a data de sua publicação.
 
Aprovada pelo plenário do Senado na quarta-feira, 24 de agosto, a autorização foi promulgada pelo senador Renan Calheiros, presidente do Senado Federal na mesma data.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Morador flagra ladrão dentro da garagem de casa

2
Geral

Três pessoas ficam feridas depois de carro sair da pista na rodovia BR-262

3
Geral

Rua cheia de buracos é alvo de protestos de moradores depois da volta da chuva

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece uma vaga de emprego

Vídeos

Indígenas fecham BR-262, acesso a Taunay

3º Desafio Mountain Bike - Piraputanga MS

18 Festival de Inverno de Bonito

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,30m
Miranda
2,12m
Paraguai
4,24m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Imposto Territorial Rural de 2017: muda o ano, os probl...

Valdemir Gomes

Tamanduá...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Aquidauana...quais caminhos percorrerá?

Ver Mais Colunas
481710470