A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de Setembro de 2017
Anuncie Aqui
8470

Em um mês, Polícia Rodoviária multa mais de 124 mil por farol baixo desligado nas estradas

Medida que determina acionamento da iluminação em rodovias federais durante o dia entrou em vigor no dia 8 de junho

17 AGO 2016 - 20h00min
Portal Brasil, com informações da Polícia Rodoviária Federal e do Denatran
Em um mês, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 124.180 infrações de motoristas, em todo o País, que não utilizaram o farol baixo durante o dia em rodovias federais.

O balanço feito pelo órgão é referente ao período entre 8 de julho até 8 de agosto, quando a Lei 13.290 já estava em vigor. A nova legislação determinou o uso obrigatório do farol baixo em rodoviais federais e estaduais durante o dia.

De acordo com o levantamento, Goiás foi o Estado com mais flagrantes. O total de 14.683 motoristas foram multados. O Paraná aparece na segunda posição do ranking no relatório, com 12.660 multas aplicadas por conta do descumprimento da medida. A PRF ainda contabilizou 12.660 infrações em Minas Gerais, 11.100 no Rio de Janeiro e 10.720 em Santa Catarina.

Segurança nas estradas

lo presidente em exercício, Michel Temer, em 24 de maio, a medida visa proporcionar
Sancionada pemais segurança aos condutores de veículos e pedestres que transitam nas estradas já que a visibilidade gerada pelos faróis ligados auxilia nas ultrapassagens e na travessia de pedestres.

Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), estudos mostram que a presença de luzes acesas reduz entre 5% e 10% o número de colisões entre veículos durante o dia.

A maioria dos acidentes frontais é causada pela não percepção do outro veículo por parte do motorista, a tempo de reagir para evitar o acidente ou pelo julgamento errado da distância e velocidade do veículo que trafega na direção contrária em casos de ultrapassagem.

Infração

O descumprimento da lei, que é válida para todos os Estados brasileiros, é considerado infração média. O motorista que for flagrado com os faróis apagados será multado em R$ 85,13 e terá quatro pontos na carteira de habilitação. O valor da penalidade passa a custar R$ 130,16 a partir de novembro.

A fiscalização nas rodovias federais é feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), enquanto o acompanhamento das vias estaduais é de responsabilidade dos órgãos estaduais, que elencaram os trechos em que essa legislação terá validade.  

Uso correto do farol

O assessor de comunicação da PRF, Diego Brandão, destaca que o acionamento das luzes corretas é determinante para o objetivo da medida. ?Para atendimento da legislação, o uso certo é do farol baixo, que tem condições de iluminar e não provoca ofuscamento. O farolete ou lanterna só indicam a posição do veículo e não permite maior visibilidade. Já o farol alto é para uso apenas em ausência de luz.?

Veja também

Mais Lidas

1
Turismo

Primeira chef de cozinha indígena do país é de Aquidauana

2
Policial

Mineiro filmado maltratando sucuri em MS é multado e pousada é fechada

3
Aquidauana

Entregadores dos Correios de Aquidauana entram em greve contra perda de benefícios

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece três vagas de emprego para hoje

Vídeos

Acidente na BR 262 próximo ao trevo de Dois Irmãos do Buriti

Entrevista Comandante Tito Lívio - Aeroclube de Aquidauana MS

Semana Nacional de trânsito inicia em Anastácio com blitz educativa

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,38m
Miranda
2,10m
Paraguai
3,39m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

DEPOIS.....

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: E AGORA, ARNALDO?

Valdemir Gomes

Adeus...

Ver Mais Colunas
498110564