A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de Agosto de 2017
Anuncie Aqui
8463

Trabalhador é resgatado da condição análoga à de escrava em Vicentina

Acordo com o MPT resultou em pagamento de verbas rescisórias e anotação na carteira de trabalho

27 OUT 2016 - 10h00min
Da Redação - Com informações assessoria
Um homem de 54 anos foi resgatado da condição análoga à de escravo em propriedade rural no município de Vicentina, interior de Mato Grosso do Sul. Ele trabalhava na atividade de corte de eucalipto.
 
Conforme relato, o obreiro estava doente e, mesmo assim, era forçado a permanecer no local de trabalho por medo de ser morto pelo empregador. O homem vivia em condições sub-humanas, bebendo água de represa, tomando banho em córrego e dormindo sobre madeiras cobertas por lona.
 
Ao receber a denúncia, o procurador do Trabalho em Dourados Jeferson Pereira acionou o Departamento de Operações de Fronteira (DOF), que fez o resgate do trabalhador.
 
O Ministério Público do Trabalho então firmou Termo de Ajustamento de Conduta com os infratores, sendo anotado na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) o tempo em que o obreiro ficou à disposição do empregador ? cerca de três meses ?. O valor de R$ 5.467,18 foi pago a título de verbas rescisórias e de indenização por danos morais.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem de 29 anos é esfaqueado na rua dos Ferroviários, no bairro Alto

2
Policial

Pet shop no Centro de Aquidauana é arrombado na madrugada

3
Aquidauana

Em Aquidauana, bandidos furtam boi de 400 kg e deixam apenas o couro

4
Educação

Senac EAD tem inscrições abertas em Aquidauana

Vídeos

Indígenas fecham BR-262, acesso a Taunay

3º Desafio Mountain Bike - Piraputanga MS

18 Festival de Inverno de Bonito

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,30m
Miranda
2,12m
Paraguai
4,24m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

Imposto Territorial Rural de 2017: muda o ano, os probl...

Valdemir Gomes

Tamanduá...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Aquidauana...quais caminhos percorrerá?

Ver Mais Colunas
481710553