A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
04 de julho de 2020
Anuncie Aqui
-->
Nioaque

Justiça mantém condenação por venda de arma a adolescente em Nioaque

Acordo foi fechado por R$ 250 e um cavalo

1 JUN 2020 - 18h12min
Da Redação

A Justiça manteve a condenação de um homem que vendeu arma para um adolescente em Nioaque. Os desembargadores da 1ª Câmara Criminal, por unanimidade, negaram provimento à apelação interposta por um homem condenado a três anos de reclusão e um ano de detenção, em regime aberto.

De acordo com os autos, um adolescente procurou o homem para comprar sua espingarda calibre 36 em agosto de 2016. O homem aceitou negociar e o acordo foi fechado por R$ 250 e um cavalo. Em depoimento, o réu disse que o adolescente não contou para o que queria a espingarda e que, por ser um menino grande, não imaginava que tinha apenas 14 anos.

No entender do relator do processo, juiz José Eduardo Neder Meneghelli, o simples ato de entregar arma de fogo para criança ou adolescente, mesmo que a título gratuito, configura, por si só, crime, não sendo necessário nenhum desdobramento advindo desta conduta.

“A argumentação defensiva de ausência de tipicidade da conduta porque o réu não teria conhecimento da idade do adolescente comprador da arma não procede, uma vez que basta ver as imagens no depoimento judicial para certificar a fisionomia de menor do adolescente. Mesmo após três anos dos fatos, sua aparência na data do depoimento, aos 17 anos, era de um adolescente. Assim sendo, na época dos fatos, com apenas 14 anos de idade, era evidente sua menoridade”, ressaltou.

Para o magistrado, não é possível falar em atipicidade dos fatos, diante da comprovada prática delitiva e, para apontar seu entendimento, citou o interrogatório do próprio réu, que confessou ter entregue o artefato bélico ao adolescente, sendo certo que atuou com o dolo de fazê-lo.

Ao concluir, o relator citou parte da sentença de primeiro grau, quando o juízo singular aponta que o fato de o adolescente não ter informado sobre sua idade, na data da realização do acordo (compra da arma), não gera por si só a presunção que réu desconhecia este fato. “Diante do exposto, conheço do recurso e nego provimento, mantendo inalterada a sentença impugnada”.

(com informações do TJMS)

 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Adolescente perde controle da moto, bate em cerca e sofre traumatismo craniano

2
Aquidauana

Adolescente é espancado a pauladas por dois primos em Aquidauana

3
Aquidauana

Idoso se machuca após colisão com veículo no centro de Aquidauana

4
Coronavírus

Anastácio: Homem de 62 anos testa positivo para coronavírus e passa a ser monitorado

Vídeos

Cães encontram droga escondida em estofado de veículo

Morador de Taunay encontra jaguatirica morta às margens da BR-262

Bombeiros de Aquidauana estão na operação para controle de grande incêndio no Pantanal

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min14 max30

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min14 max30

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,49m
Miranda
2,97m
Paraguai
1,93m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"O SONHO ACORDADO É QUE É A REALIDADE"

Robinson L Araujo

A VIVÊNCIA FAMILIAR EM TEMPOS DE QUARENTENA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Telefones Úteis

Delegacia da Mulher

Luis da Costa Gomes, 555 Cidade Nova - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1172
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Snooker Center Bar

Rua Marechal Mallet, s/n Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6161 / 991
Cosméticos e Perfumaria

Realce Cosméticos

Rua Sete de Setembro, 734 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1920
Ver Mais
SABADÃO DA ECONOMIA SERIEMA