Política

Morre Saulo Ramos, ex-ministro da Justiça do governo Sarney

Ele estava com problemas cardíacos e fazia hemodiálise regularmente. Enterro será realizado nesta segunda-feira (29) em Brodowski, SP.

29/04/2013 11:20


Morreu neste domingo (28), aos 83 anos, o jurista Saulo Ramos. Ele foi consultor geral da República e ministro da Justiça no governo José Sarney (1985-1990).
 
Saulo Ramos estava com problemas cardíacos e fazia hemodiálise regularmente. O enterro será realizado nesta segunda-feira (29) em Brodowski, interior de São Paulo.
 
José Saulo Pereira Ramos nasceu em Brodowski em 8 de junho de 1929. Além de jurista, foi escritor e professor na Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU).
 
No governo de José Sarney foi consultor geral da República e ministro da Justiça.
 
Era membro da Academia Ribeirão-pretana de Letras e fundou a Academia Santista de Letras. Em 2007, lançou o livro de memórias ?O código da vida?, que conta sua trajetória de vida e fatos que marcaram a história do país a partir de um caso judicial.
 
O corpo de Saulo Ramos está sendo velado na Câmara Municipal de Brodowski, com o sepultamento previsto para às 14 horas desta segunda-feira (29).
 
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, lamentou em nota a morte do jurista. Leia a íntegra da nota:
 
Nota de Pesar - Falecimento de José Saulo Pereira Ramos
 
"É com tristeza que recebemos a notícia do falecimento do ex-ministro da Justiça José Saulo Pereira Ramos. Jurista refinado e exemplar, teve participação fundamental no processo de restauração da democracia e do estado de direito no país. Nossos sentimentos e orações à família".
 
Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo

G1