Política

Delcídio pode não concorrer ao governo de MS em 2014

Senador é cogitado para missão do Planalto

20/05/2013 15:00


Dado por um segmento petista de Aquidauana como o candidato do partido nas eleições ao governo do Estado em 2014, o senador Delcídio Amaral pode ser descartado. E isto por causa do projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

A informação, que tem circulado nos bastidores da política nacional, partindo de fonte dada como absolutamente segura, já motiva novas conjecturas, especialmente na capital do Estado.

O pano de fundo para a retirada do nome do senador, dado como certo, é uma intrincada estratégia de desestabilização da candidatura de Eduardo Campos à presidência da república. Delcídio assumiria o papel de interlocutor junto ao empresariado nacional, pois tem bom transito junto aos homens fortes da economia.

Lula ressentido

Comenta-se também que nesta movimentação poderia haver o dedo do ex-presidente Lula, ainda ressentido com o petista corumbaense por ter jogado para a plateia durante a CPI dos Correios e complicado a vida de muitos amigos com a questão do mensalão.

redação / Campo Grande