CPI da Saúde da Assembleia Legislativa realiza reunião em Dourados nesta segunda

Deputados criam fanpage para população interagir com as investigações.

24/06/2013 06:37


Nesta segunda-feira (24), a primeira oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, fora de Campo Grande, será realizada em Dourados. A reunião acontece na Câmara Municipal dos Vereadores, às 15h, e contará com a presença de todos os deputados que integram a CPI.
 
O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, deputado Amarildo Cruz (PT), afirmou a importância de levar à CPI da Saúde pelo interior de Mato Grosso do Sul, e começar por Dourados é essencial, pois é a segunda maior cidade de MS. ?A CPI está recebendo manifestações, denúncias e informações de todo o Estado. Precisamos ir até esses municípios onde existem reclamações para investigar as possíveis irregularidades?, declarou o deputado.
 
Foram convidados para depor o Secretário Municipal de Saúde, Sebastião Nogueira, além dos ex-secretários de Saúde de Dourados Silvia Regina Bosso (gestão 2011/2012) e João Paulo Barcelos Esteves (2007/2009). Também serão ouvidos os presidentes do Conselho Municipal de Saúde Berenice de Oliveira M. Souza (gestão atual), Demetrius Dolago Pareja (2011/2013), João Alves de Souza (2009/2011) e Wilson Cesar Medeiros Alves (gestão 2007/2009).
 
O deputado estadual Amarildo Cruz quer todos presentes na oitiva para tomar ciência da qualidade do serviço prestado nessa área na cidade. A CPI da Saúde em Mato Grosso do Sul foi criada na Assembleia Legislativa para investigar possíveis irregularidades nos repasses dos recursos do SUS (Sistema Único de Saúde) para unidades hospitalares de Campo Grande, Corumbá, Paranaíba, Dourados, Três Lagoas, Jardim, Coxim, Aquidauana, Nova Andradina, Ponta Porã e Naviraí.
 
As investigações serão realizadas durante 120 dias, podendo ser prorrogadas por mais dois meses. Os deputados vão apurar os recursos repassados pelo SUS aos 11 municípios nos últimos cinco anos.
 
Denúncias
 
Para ajudar no trabalho de investigação, os deputados decidiram criar um e-mail (cpisaude@al.ms.leg.br) para que as pessoas possam denunciar irregularidades nas unidades hospitalares. "Esse e-mail será exclusivamente para receber denúncias de pessoas que possam nos ajudar. Queremos investigar, mas o papel principal da CPI é ajudar a melhorar a saúde em Mato Grosso do Sul. Por isso esse e-mail será fundamental no nosso trabalho", informou o deputado Amarildo Cruz.
 
Os deputados também decidiram criar mais uma ferramenta para que as pessoas possam acompanhar os trabalhos que estão sendo feitos pela CPI da Saúde. A fan page (facebook.com/cpidasaudeemms) foi criada na semana passada e servirá para que a população possa acompanhar o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito. A CPI é composta pelos deputados Amarildo Cruz (PT) - presidente, Lauro Davi (PSB) - vice-presidente, Junior Mochi (PMDB) - relator, Mauricio Picarelli (PMDB) - vice-relator e Onevan de Matos (PSDB) - membro.

redação