Internacional

Nelson Mandela segue em estado crítico, diz governo da África do Sul

Ex-presidente e líder anti-apartheid continua internado em Pretória. Família reuniu-se em Qunu, aldeia natal do líder.

25/06/2013 10:45


O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, de 94 anos, continua hospitalizado em estado crítico, disse nesta terça-feira (25) sua neta Nddileka.
 
"Está estacionário, sim, estacionário, em estado crítico", disse ela à AFP (Agence France Presse).
 
O governo sul-africano emitiu nota dizendo que seu estado está inalterado.
 
A família de Mandela, hospitalizado em Pretória, esteve com ele nesta segunda, enquanto milhões de pessoas na África do Sul e em todo o mundo temiam sua morte.
 
O presidente sul-africano, Jacob Zuma disse que o ex-presidente continua em "estado crítico".
 
Apesar do tratamento intensivo no hospital Pretoria's Mediclinic Heart, o estado de Mandela, que sofre de infecção pulmonar, parece se deteriorar.
 
Em Qunu, a aldeia na qual Mandela passou sua infância, vários membros da família do ex-presidente se reuniram, segundo a France Presse.
 
Uma das filhas do líder anti-apartheid e vários netos chegaram à casa construída por ele depois de ser libertado da prisão.
 
"É uma reunião de amaDlomo", afirmou um dos participantes, referindo-se a facção do clã Thembu, ao qual pertencem os Mandela.
 
Nenhum membro da família quis falar sobre o motivo da reunião, mas rumores falam de divisões em relação ao local em que Mandela deve ser enterrado.
 
Oficialmente Mandela deverá ser enterrado em Qunu.

G1