Política

Kemp enaltece proposta de Dilma para por fim a financiamento privado de campanhas políticas

O Congresso só quer votar perfumaria, criticou Kemp.

26/06/2013 11:37


O deputado estadual Pedro Kemp (PT) disse que entre as principais propostas apresentadas por Dilma na segunda-feira (24) a mais importante é a que coloca fim ao financiamento privado nas campanhas políticas. ?Quando o empreiteiro financia vai cobrar a fatura depois. Quando o usineiro, o empresário financia é para ganhar licitações viciadas. Ai vemos o Judiciário fazendo o papel do Legislativo. É isso que o povo não aguenta mais!?, criticou.
 
Kemp disse ainda que os parlamentares só querem votar a data da posse do presidente, do prefeito, do governador. Enquanto que a reforma política, que precisa enfrentar a principal causa da corrupção, o financiamento privado de campanha, fica para trás. ?O Congresso Nacional está há dez anos com o projeto da reforma política parado. O Congresso só quer votar perfumaria!?, reverberou.
 
Para Kemp, o plebiscito é para a população legitimar a Constituinte e isso pode ser feito por meio de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) a ser apresentada pelo Congresso Nacional.
 
Ainda em meio ao debate na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul sobre as manifestações que tomam a rua do País, o deputado estadual Pedro Kemp (PT) afirmou que quem acordou foi a oposição, que segundo ele estava adormecida e não se posicionava sobre os anseios da população. 
 
Para ele, o movimento por qualidade no transporte coletivo surge como estopim para que todos os Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) façam o que deve ser feito: trabalhar em defesa dos interesses da população.
 
Ele ainda enalteceu a presidente e disse que ela é a mais preparada para enfrentar a reforma política do país. ?A presidente Dilma já foi torturada, tem uma história de luta pela democracia. Ela é a pessoa mais preparada para conduzir o País neste momento?, finalizou.