Corumbá

PRF apreende skunk, a 'supermaconha de rico' pela primeira vez no ano em Corumbá

Quase 100 quilos de drogas foram retirados do caminhão apreendido pelos policiais

19/04/2019 08:22


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na última quarta-feira (17), no km 706 da BR-262 em Corumbá, 139,8 quilos de cocaína e 15,4 quilos de skunk, considerada a "supermaconha de rico", uma variedade híbrida desenvolvida na Holanda.

Durante fiscalizações, foi abordado uma caminhão puxando um semirreboque, ambos com placas de Campo Grande, conduzido por um homem de 41 anos que demonstrou nervosismo durante a abordagem.

Os policiais realizaram uma vistoria e encontraram diversos tabletes de cocaína e skunk em um fundo falso no interior da cabine do veículo. O motorista revelou que pegou a carreta em Campo Grande e viajou até Corumbá, onde ficou hospedado por uma semana enquanto aguardava o fundo falso da cabine ser preparado. Também foi apreendido um aparelho celular que, segundo o envolvido, lhe foi entregue e que deveria atendê-lo sempre que tocasse.

Suspeitos de que havia um batedor para a carga de entorpecente, os agentes abordaram um Ford Fusion, com placas de São José do Rio Preto, São Paulo, que seguia logo a frente do caminhão. Dentro do carro estava o motorista, de 26 anos, que ficou muito nervoso ao saber sobre a apreensão da carreta. Com ele viajavam sua namorada, de 18 anos e uma criança de 1 ano, filha do casal.

Após consulta, foi constatado que o condutor do carro era o verdadeiro proprietário da carreta apreendida. Com ele, foram encontrados dois aparelhos celulares e várias ligações que foram apagadas.

O caminhão Mercedes Benz foi apreendido e encaminhado à Receita Federal para a retirada da droga, onde foi constatado se tratar de 93,3 quilos de pasta base, 46,5 quilos de cloridrato de cocaína e 15,4 quilos de skunk.

Os dois envolvidos foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Corumbá.


Redação com Assessoria