Tecnologia

Facebook vai reforçar checagem de notícias compartilhadas em grupos

21/04/2019 09:48


O Facebook está testando novas funcionalidades para evitar a disseminação de fake news e outros conteúdos que violem as normas de segurança da plataforma. As medidas são parte da estratégia “remover, reduzir e informar”, lançada pela plataforma em 2016, após as eleições americanas. O plano envolve remover conteúdo que viola as políticas do Facebook, reduzir a disseminação de conteúdo problemático (mas que não viole os termos), e informar as pessoas com conteúdo adicional ao que aparece no feed.

Uma das principais novidades é a redução do alcance de grupos que repetidamente disseminarem conteúdo falso. A veracidade das informações será atestada por checadores independentes. A funcionalidade já foi implantada para usuários do mundo inteiro e a limitação à circulação de conteúdo considerado inapropriado também vale para o Instagram.

Outra mudança é a implementação de um sinal para avisar que o conteúdo recebe uma quantidade desproporcional de atenção no feed do Facebook em relação ao seu desempenho fora da rede, funcionando como indicador de que a informação é de baixa qualidade.

O Facebook também se comprometeu a fazer parcerias com especialistas de fora para descobrir novas formas de combater as notícias falsas de maneira mais rápida. Ainda conforme o site Tecmundo, há outras ferramentas em teste nos Estados Unidos, como a possibilidade de oferecer a opção de contexto para imagens, trazendo informações adicionais sobre o conteúdo que os usuários recebem no feed.

A empresa também prometeu adicionar, em breve, mais informações sobre a qualidade de uma página e permitir que os usuários removam todas as postagens e comentários que fizeram em um grupo depois de sair deles.


Redação