Educação

Unidade Jardim da UEMS realiza evento hoje sobre fronteira do Brasil e Paraguai

25/06/2019 07:35


 

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul apresenta nesta terça-feira, 25/06, o evento Ecos Borgeanos na ficção histórica e na história ficcional da fronteira BR/PY: “Punhal Enluarado”, de James Jorge Barbosa Flores sob a Coordenação do Prof. Dr. Gilson Vedoin. 

Para hoje, das 19:00 às 23:00, também será realizada uma sequência de palestras que serão finalizadas com o lançamento do livro pelo autor.

O coordenador do evento Prof. Dr. Gilson Vedoin afirma que o evento pretende ampliar as discussões acerca das relações entre ficção e história, conteúdo programático presente na ementa da disciplina de Teoria da Literatura II, cujo enfoque também recai sobre a área dos Estudos Culturais, parte integrante das correntes teóricas da contemporaneidade. 

O professor explica também que além da contribuição na disciplina, as atividades também se revelam pertinentes aos interesses do Programa de Pós-graduação stricto sensu em Linguagens e Dinâmicas Socioambientais na Bacia do Paraguai - Mestrado Acadêmico Interdisciplinar, proposto pelos cursos da Unidade de Jardim, uma vez que a obra “Punhal Enluarado”, de James Jorge Barbosa Flores é a representação artística do espaço fronteiriço da Bacia do Paraguai, lugar marcado por um número variado de indivíduos - brasileiros, paraguaios, brasiguaios, indígenas, ribeirinhos e quilombolas – que manifestam diferentes dialetos e múltiplas experiências culturais, sociais e políticas e que interagem dialogicamente, tanto nos espaços fronteiriços quanto em outras regiões do estado de Mato Grosso do Sul.

O evento conta com o auxílio de monitores de todas as séries da graduação em Letras/Inglês da unidade de Jardim. A respeito disso o acadêmico Wellington Santos de Oliveira do 2º ano do curso de Letras afirma que “participar de um evento desse porte como expectador será acrescentar conhecimento e experiência à sua formação”.

Já a acadêmica Daniele Feitosa do 3º ano de Letras afirma que  cada evento que participa cresce a certeza de ser professora. "Ver os meus professores passando os seus conhecimentos para toda a plateia, ver a plateia correspondendo aos conhecimentos transmitidos, saber que depois de cada evento o participante tem a oportunidade de modificar os seus saberes, de expandir as suas “visões de mundo”, tudo isso é muito prazeroso para mim", completou. 

Representando o 4ª ano de Letras, o casal de acadêmicos Mateus Clavis e Leide Ketlyn afirmam que "estarmos juntos na Universidade, participando diretamente de eventos como este nos faz ter a certeza de que seremos professores melhores e mais capacitados”.

O evento será encerrado nesta terça-feira com um café literário e sessão de autógrafos com James Barbosa.


Assessoria