Saúde

Em MS para lançar vacinação, Mandetta faz apelo para crianças serem imunizadas

Cidades ganharão R$ 1 por habitante vacinado caso cumpram meta

07/10/2019 14:16


O Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta esteve nesta segunda-feira (07) em Campo Grande para lançar a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e fez apelo para que todas as crianças sejam levadas aos postos para tomar as doses. “Assim como o Estado erradicou a Febre Aftosa do gado, eu faço apelo aos proprietários rurais para que levem as crianças das áreas rurais, que têm o maior índice de evasão das campanhas, para serem imunizadas”.

Mandetta também classificou como ignorância os movimentos antivacinação e pediu para quem é contra ter uma conversa em família. “Basta perguntar para seus avós quantas pessoas da família morrem por doenças como pneumonia, sarampo, rubéola, ou tiveram consequências por não terem tido acesso às vacinas”.

O ministro destacou que a Ciência possibilitou que doenças como a pneumonia deixassem de, em casos mais graves, cegar as pessoas. “Tenho 55 anos e amigos com sequelas de pólio. Nós estamos aqui, vivos, porque nossos pais foram responsáveis e nos levaram para a vacinação. É um direito da criança”, destacou.

Neste ano, o Ministério vai dar R$ 1 por habitante para a cidade que passar a meta de vacinação, que é de 95% das crianças imunizadas, como forma de incentivo. “Campo Grande, por exemplo, pode receber mais R$ 1 milhão caso atinja a meta”, explicou o ministro.

De 7 a 25 de outubro

O Brasil inicia nova Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em todos os postos de saúde, com foco em dois grupos: o primeiro vai de 7 a 25 de outubro e irá imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, com o dia D de vacinação no dia 19 de outubro. Já o segundo grupo, previsto para iniciar no dia 18 e novembro, será direcionado para adultos na faixa-etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

Em Campo Grande, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) confirmou que todas as UBS (Unidades Básicas de Saúde) já estão atendendo na ordem dos grupos informados à cima. De acordo com a Secretaria, para tomar a vacina é preciso levar a carteira de vacinação e o Cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

A meta é vacinar 2,6 milhões crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões adultos em todo o Brasil. Para isso, o Ministério da Saúde garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios.

Para incentivar a vacinação de crianças, o Ministério da Saúde irá disponibilizar R$ 206 milhões que serão destinados aos municípios que cumprirem duas metas estabelecidas pela pasta. Para receber esse recurso adicional, os gestores terão que informar mensalmente o estoque das vacinas poliomielite, tríplice viral e pentavalente e atingir 95% de cobertura vacinal contra o sarampo em crianças de um a cinco anos de idade com a primeira dose da vacina tríplice viral.

 

 

 

 


Midiamax