Agepen

Agente de Aquidauana receberá prêmio do concurso de redação da DPU

21/11/2019 07:47


A servidora da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Rosely dos Santos Cacho Barros, ficou em primeiro lugar no 5º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU), na categoria VI, em Mato Grosso do Sul. Como premiação, a servidora receberá uma câmera digital e a medalha de honra ao mérito.

Pela primeira vez, o concurso abriu vagas para servidores do sistema prisional e o resultado foi divulgado nessa segunda-feira (18.11). O tema deste ano foi “Defender Direitos, Evitar Desastres: Como o acesso à justiça contribui para o desenvolvimento sustentável”.

A disputa tem como objetivo promover o debate de assuntos relacionados à educação em direitos e cidadania levando à produção de texto, destinado, entre outros, às pessoas em situação de privação de liberdade.

Atuando na Agepen na área de Administração e Finanças há mais de 20 anos, Rosely garante que viu na oportunidade uma forma de demonstrar sua paixão pela escrita. “Gosto muito de ler e tenho facilidade para escrever, fiquei bem empolgada com essa iniciativa do DPU já que temos a vivência dentro do sistema prisional também. É gratificante participar e um reconhecimento poder representar a nossa instituição nessa iniciativa, de forma tão positiva”, agradeceu a servidora que atualmente está lotada no Estabelecimento Penal de Aquidauana.

Os três primeiros colocados de cada Estado da Categoria VI (servidores do sistema prisional) serão premiados com uma câmera digital, totalizando 81 (oitenta e um) ganhadores, sendo três vencedores em cada Estado da Federação e três do Distrito Federal, além de medalha de honra ao mérito da DPU.

Detentos

Em Mato Grosso do Sul, na categoria IV, que envolve adultos em situação de privação de liberdade, o grande vencedor foi o custodiado D. F. O., pela Escola Estadual Rui Barbosa – Extensão Penal de Cassilândia, que conquistou 94,61 de pontuação na redação.

O segundo lugar ficou com o detento D. C. S., do Estabelecimento Penal de Corumbá, que estuda pela Escola Estadual Dr Gabriel Vandoni de Barros, e a terceira colocação com a reeducanda V. M. L., custodiada no Estabelecimento Penal Feminino “Carlos Alberto Jonas Giordano”, da mesma escola estadual responsável pelo ensino regular em Corumbá.

Nesta categoria, os vencedores receberão como prêmio um alto-falante, que será entregue aos seus familiares. No Estado, a participação dos reeducandos na disputa é garantida por meio de parceria entre a Agepen e a Secretaria de Estado de Educação (SED). Ao todo, 440 custodiados de MS participaram da disputa.

Segundo a DPU, o certame recebeu 16.260 inscrições de todo o país, entre os quais 13.618 de alunos do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que se encontram em situação de prisão nos presídios estaduais, ou seja, a categoria IV foi a que teve o maior número de participantes em todo o Brasil.

São parceiros da Defensoria Pública da União na realização do certame a Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal; a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME); o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED); o Ministério do Meio Ambiente (MMA); o Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN); a Secretaria da Receita Federal do Brasil; e o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE).


Da Redação