Aquidauana

Desaparecida há seis anos, mãe ainda tem esperança de encontrar filha

“Mais um ano chegando e nenhuma novidade, só sinto saudades e esperança de um dia encontra-la. Agora ela está com 19 anos”

11/12/2019 15:10


No primeiro dia de 2013, Lucimara sentiu a maior dor que uma mãe podia sentir: sua filha de 13 anos estava desparaecida.

“Eu levantei cedo, deixei eles dormindo e fui na aldeia ajudar fazer o almoço. Quando eu voltei em casa meus filhos já tinham acordado. Pedi para o Thiago, meu filho mais novo comprar pão e açúcar, mas Claudia quis ir enquanto eu corri e eu voltei para terminar o almoço. Quando fui em casa buscá-los ela já não estava mais e minha outra filha falou que ela estava brincando na casa da Joana, com a sua filha Ana. Eu fui até lá, mas não estava. Começamos a procurar por todo lugar: nos vizinhos, no comércio, fui até a casa do pai dela,  mas ninguém a viu.  Fui então na delegacia prestar queixa, mas pediram para que eu esperasse 24 horas”, conta.

Cláudia desapareceu no dia 1º de janeiro de 2014

Lucimara conta que um ano após o desaparecimento de sua filha, houve ligações, mas sem nada concreto. Quando ela fez 15 anos ligaram novamente, mas não encontraram nada, o caso então foi arquivado

“Mais um ano chegando e nenhuma novidade, só sinto saudades e esperança de um dia encontra-la. Agora ela está com 19 anos”.

Atualmente, Lucimara está morando em Sidrolândia por conta de uma proposta de emprego. Quem souber qualquer informação sobre Claudia pode entrar em contatos através dos telefones 98444-7036 ou 99917-7439.


Redação