Geral

Assistência religiosa é liberada nos presídios de MS

20/07/2007 13:35


Depois de ter sido suspensa sob alegação de preservar a segurança dos próprios padres e pastores evangélicos diante de tentativas de rebeliões, a assistência religiosa nos presídios de Mato Grosso do Sul volta a ser liberada. A medida foi comunicada nesta sexta-feira (20) à OAB/MS pelo juiz Alexandre Antunes da Silva, da 1ª Vara de Execuções Penais, e pelo diretor-presidente da Agência Penitenciária do Estado (Agepen) coronel Hilton Vilassanti Romero. A decisão atende gestões feitas à Justiça e ao governo pelo presidente da OAB/MS, Fábio Trad, e pela Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Ordem, presidida pela advogada Delasnieve Miranda Daspet de Souza.


"Lideranças evangélicas da Aliança de Autoridades Eclesiásticas e também católicas como o padre Divino de Souza, coordenador diocesano da Pastoral Carcerária, pediram o apoio da nossa comissão para que a OAB intercedesse junto ao secretário de Justiça e Segurança, Vantuir Jacini, visando liberar a assistência religiosa aos presidiários", explica Delasnieve. Na semana passada, os religiosos reivindicaram ao presidente da OAB/MS, Fábio Trad, que notificou o juiz da 1ª Vara de Execuções Penais, Francisco Gerardo de Souza, pedindo providências que fossem necessárias. Hoje a comissão recebeu o comunicado oficial daquela mesma Vara informando que a assistência religiosa foi restabelecida.


ms notícias