Policial

Mais uma carvoaria é fechada pela PMA no interior do Estado

30/07/2007 16:10


Agentes da Polícia Militar Ambiental (PMA) fecharam neste final de semana uma carvoaria em Três Lagoas, que não tinha licença de funcionamento. Pela infração, Aldo Pinto de Queiroz foi multado em R$ 10 mil.


No local foram encontrados 14 fornos ativos. Os agentes apreenderam 20 metros cúbicos de carvão vegetal de origem nativa, bem como todo estoque de lenha para a produção de carvão. Além disso, toda a atividade de carvoejamento foi paralisada, inclusive um desmatamento existente no local. Embora os proprietários tivessem licença expedida pelo IMASUL, a área é alvo de investigação, uma vez que existe a suspeita de tratar-se de área de reserva legal, pertencente a uma propriedade vizinha.


Pescado ilegal


Durante barreira policial no quilômetro 21 da BR-262, os agentes da PMA interceptaram Marcio Cleber, que transportava 28 quilos de pescado da espécie piauaçu, sem documentação de origem. Todo o pescado foi apreendido e o infrator foi multado em R$ 980,00.


Além das multas, as ocorrências registradas serão encaminhadas à delegacia de Polícia Civil, para que os autuados respondam por crime ambiental. Caso o proprietário da carvoaria seja condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. Para o pescador, a pena pode chegar a três anos de detenção.


rmt on line