Política

José Dirceu quer mobilização coletiva para sua absolvição no caso mensalão

04/08/2007 11:13


O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu vai deflagrar uma mobilização de entidades e personalidades favoráveis à sua absolvição no julgamento, pelo STF (Supremo Tribunal Federal), do caso mensalão, informa neste sábado o "Painel" da Folha (íntegra disponível só para assinantes do jornal ou do UOL), editado por Renata Lo Prete.


Segundo a reportagem, na terça-feira, haverá um ato em Brasília de apoio a Dirceu. Na ocasião, será lançada a biografia do ex-ministro.


O Supremo reservou seis sessões plenárias, entre 22 e 31 de agosto, para decidir sobre a abertura do processo criminal do mensalão, em que 40 pessoas estão denunciadas, acusadas de atuar em organização criminosa que pagava mesada a parlamentares aliados em troca de apoio ao governo.


O inquérito do mensalão foi aberto em julho de 2005. O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, ofereceu a denúncia em março de 2006.


A expectativa é que as pessoas acusadas de integrar o núcleo central da quadrilha --Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o publicitário Marcos Valério-- respondam à ação penal.


folha on line