Tratamento da dor na neuropatia diabética

04/08/2007 12:23


O diabetes mellitus é uma doença metabólica crônica que resulta em uma elevação persistente da quantidade de açúcar no sangue. Surge comumente na fase adulta, sobretudo nos indivíduos obesos ou com história familiar da enfermidade, podendo, algumas vezes, manifestar-se já na adolescência. Seu controle inadequado resulta no aparecimento de complicações, como dificuldades visuais, alterações na sensibilidade periférica, problemas renais e cardiovasculares.


Um grupo de pesquisadores de Hong Kong, publicou um estudo na revista BMJ em Julho de 2007, no qual avaliaram as opções de terapia para uma importante complicação do diabetes: a neuropatia periférica. Esta se caracteriza pelo acometimento das terminações nervosas amplamente distribuídas pelo corpo, resultando geralmente em manifestações de perda de sensibilidade nos pés, além de sintomas dolorosos de intensidade variável.


Os resultados apresentados demonstraram que os medicamentos mais usados no tratamento da dor decorrente da neuropatia diabética foram os anticonvulsivantes. Outras drogas disponíveis para esta finalidade são os antidepressivos e os opióides, dentre outras. Os anticonvulsivantes de última geração foram os medicamentos mais eficazes em melhorar a dor dos diabéticos portadores de neuropatia periférica.


Medidas preventivas devem ser instituídas, a fim de evitar o surgimento da neuropatia periférica, nos pacientes com diabetes mellitus. Isto pode ser alcançado com um melhor controle da enfermidade. O estudo indica que os anticonvulsivantes modernos podem ser benéficos para controle da sintomatologia dos diabéticos portadores da neuropatia.


boa saúde