Policial

Operação Oba-Oba

07/08/2007 10:32


A quadrilha acusada de fraudes nas contas de telefones celulares, presa nesta manhã pela Polícia Civil, teria causado prejuízo de pelo menos R$ 500 mil aos cofres do Governo do Estado durante o primeiro semestre deste ano. A Polícia, através da "Operação Oba-Oba" cumpre, desde as 4 horas, 21 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão.


As pessoas utilizavam telefones celulares e conseguiam transferir os gastos para contas do Governo do Estado. Entretanto, ainda não foi informado como eles agiam no esquema. Somente neste primeiro semestre, os prejuízos foram de R$ 500 mil, mas ainda não há informações sobre a autuação da quadrilha nos anos anteriores.


Os presos e os materiais apreendidos estão sendo levados para a Acadepol (Academia de Polícia Civil) onde foi disponibilizada uma equipe de delegados e escrivões para o interrogatório dos acusados. A quadrilha, segundo assessoria de imprensa da Polícia Civil, era investigada há pelo menos 40 dias.


Os nomes das pessoas presas ainda não foram divulgados. Várias equipes da Polícia Civil cumpriram mandados de prisão e busca e apreensão desde as 4 horas de hoje. A operação foi sigilosa e por isso os locais das prisões não foram divulgados. A maioria das pessoas foi presa nas residências.


midia max news