Esportes

Brasil busca título geral no Parapan

11/08/2007 09:49


Os atletas brasileiros alcançaram um desempenho histórico nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro ao conquistarem 161 medalhas, sendo 54 de ouro. A melhor campanha da história nacional valeu ao País o terceiro lugar entre as 42 nações participantes. A partir deste domingo, a capital carioca passará a ser palco dos Jogos Parapan-americanos, competição na qual o Brasil buscará a primeira posição no quadro de medalhas.


"Depois de assistir pela televisão à participação brilhante de nossa delegação nos Jogos Paraolímpicos de Atenas, a sociedade brasileira poderá assistir in loco aos melhores atletas paraolímpicos das Américas, vibrar com as suas performances, além de torcer pelo Brasil. A medalha, o pódio conquistado em casa, ao lado da família, terão um gostinho especial e não tenho dúvidas de que o Brasil terá um resultado expressivo na competição", afirmou Vital Severino Neto, presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro.


Os Jogos Parapan-americanos de 2007 são os primeiros realizados na seqüência e nas mesmas instalações dos Jogos Pan-Americanos. Nas duas primeiras edições da competição continental, realizadas na Cidade do México, em 1999, e Mar del Plata, na Argentina, em 2003, o México ficou com o título e o Brasil acabou na segunda colocação.


No Rio de Janeiro, o Brasil terá boas chances de alcançar seu principal objetivo. A delegação terá 238 atletas, entre eles, uma grande estrela: Clodoaldo Silva. O nadador, eleito em 2005 o melhor atleta paraolímpico do mundo, competirá em dez provas no Parque Aquático Maria Lenk.


O País deverá brilhar também no atletismo. Segundo o Comitê Paraolímpico Brasileiro, dos 50 atletas inscritos na modalidade, 21 estão entre os quatro primeiros colocados no ranking mundial de suas categorias e seis são detentores de recordes mundiais. Entre os destaques, estão os velocistas Ádria Santos, maior medalhista brasileira em Jogos Paraolímpicos, Lucas Prado e Terezinha Guilhermina.


No judô, a equipe também é forte e conta com quatro medalhistas paraolímpicos, como Antônio Tenório, dono de três títulos. No tênis de mesa, os atletas brasileiros também são considerados favoritos em diversas categorias.


Em competições coletivas, o País deve conquistar duas medalhas no futebol. Na competição para cegos, os brasileiros são atuais campeões paraolímpicos e vice-mundiais. No futebol para jogadores com paralisia cerebral, a Seleção garantiu a medalha de prata nos últimos Jogos Paraolímpicos.


terra