Tecnologia

Robô mais rápido do mundo consegue manipular até 240 peças por minuto

13/08/2007 09:07


O Quattro, o robô industrial mais rápido do mundo, consegue manipular até 240 peças por minuto. O seu antecessor, chamado QuickPlacer, era capaz de capturar e posicionar até 200 objetos por minuto. Desenvolvido pelo instituto de pesquisas espanhol Fatronik em parceria com a Universidade de Montpellier, França.   


O autômato tem quatro braços (que deram origem ao seu nome) que suportam peças de até dois quilos. Segundo os desenvolvedores é capaz de alcançar esta velocidade devido à aceleração destes braços: 200 m/s², o dobro da aceleração alcançada pelo segundo colocado no ranking dos robôs, 100 m/s² com peças de um quilo. Assim como seu antecessor o Quattro consegue identificar objetos por meio de um sistema de visão artificial.


Robótica industrial
Apesar de não serem tão atraentes para o público como os robôs domésticos, os autômatos industriais são os carros chefes da robótica. Atualmente, são mais de 1 milhão de robôs em operação na indústria mundial. "Indústrias totalmente automatizadas são um paradigma ultrapassado. A robótica industrial é importante, mas são os robôs que devem cooperar e se adaptar ao ser humano. Não é o ser humano que deve se adaptar às máquinas", Glauco Augusto Caurin, professor de robótica da Escola de Engenharia Mecânica de São Carlos, da USP(Universidade de São Paulo).
 
Mas essa realidade está mudando destaca o professor, em 2005 foram vendidos mais de 1 milhão de robôs aspiradores de pó. "As pesquisas estão cada vez mais voltadas para a criação de robôs domésticos capazes de interagir com seres humanos". Segundo Caurin, a meta da indústria mundial é fazer com que, em um futuro cada vez mais próximo, cada residência tenha um robô, principalmente para realizar tarefas que nem sempre o homem tem vontade de fazer. "Recolher lixo hospitalar ou materiais tóxicos, mergulhar em líquidos nocivos ao seres humanos estão entre as tarefas que os robôs poderão executar", completa.


w news