Turismo

MS tem destinos indutores do turismo

05/09/2007 08:32


Campo Grande, Corumbá e Bonito estão entre as localidades consideradas pelo Ministério do Turismo como destinos indutores do desenvolvimento turístico regional. O anúncio foi feito no ultimo dia 31, no Rio de Janeiro, pela ministra do Turismo, Marta Suplicy.
 
Após avaliação técnica em 87 roteiros indicados pelas Unidades da Federação, estes locais farão parte dos 65 destinos priorizados para receber investimentos técnicos e financeiros. "O crescimento do turismo brasileiro depende de ações em destinos capazes de impulsionar o desenvolvimento da região na qual estão inseridos", disse Marta. Direcionar atenção para Campo Grande, Corumbá e Bonito significa beneficiar aproximadamente mais 20 municípios.


A principal característica dos destinos selecionados é que eles possuem capacidade de atrair e distribuir um significativo número de turistas e dinamizar a economia do seu entorno. Todas as unidades da federação e suas capitais foram contempladas.


Além de priorizar investimentos técnicos e financeiros, o que o MTur propõe, por meio do Programa de Regionalização, é que esses destinos sejam foco de articulações e busca de parcerias com outros ministérios e instituições. "Os destinos indutores terão a responsabilidade de propagar o desenvolvimento nos roteiros e nas regiões turísticas", disse o secretário de Políticas MTur, Airton Pereira.


O Programa de Regionalização do Turismo analisou 87 roteiros que os estados e o Distrito Federal consideraram em estágio avançado de organização e selecionou os 65 destinos que serão trabalhados para alcançar a meta do Plano Nacional do Turismo (PNT). Para isso, a ministra Marta Suplicy assinou, ainda, convênio de R$ 1 milhão com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para elaboração de metodologia capaz de aferir o nível de competitividade dessas localidades.


aquidauana news