A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
27 de Junho de 2017
Anuncie Aqui
8463
Geral

Aquidauanense Marcão supera acidente de moto e retoma a vida

Apaixonado por motos, rapaz sofreu um grava acidente em 2010 e hoje sonha com o retorno às pistas

29 MAI 2017 - 15h24min
Flávio Brito

Acordar e perceber que tudo mudou, em virtude das sequelas deixadas por um grave acidente, esta foi a situação enfrentada pelo aquidauanense Marcos Cézar Soares, 46 anos. O acidente de moto aconteceu em 2010. Hoje, o “Marcão” se esforça para reaprender e recuperar a capacidade de realizar tarefas simples do seu cotidiano. O que o rapaz diz a todos que conhecem sua história: “não desista nunca”. Foi exatamente isso que ele repetiu à equipe de reportagem de O Pantaneiro.

Sobre o acidente, o aquidauanense contou que estava comemorando o aniversário de um amigo, já tinha bebido e resolveu ir a mais uma festa, que ocorria no Clube do Laço de Aquidauana. Marcão, um piloto apaixonado por motociclismo, perdeu o controle em uma curva próxima ao Hospital Funrural. Ele tentou desviar de um ciclista. Desde aquele dia, uma das mais valiosas lições foi aprendida. “É melhor não misturar”, afirma, sobre a combinação entre o consumo de bebidas alcoólicas e trânsito. 

Durante todo este mês, a campanha “Maio Amarelo” realizou uma série de atividades educativas e de conscientização para a redução de acidentes. Contar a história de Marcos em meio a este movimento de conscientização para o uso do trânsito se torna ainda mais significativo. Ele admite que foi imprudente e, agora, luta diariamente para transformar todas as consequências em atos de superação. 

Marcão ficou em coma por 20 dias em Campo Grande, perdeu boa parte dos movimentos e sofreu alterações na fala. Todas estas habilidades foram recuperadas ao longo de todos estes anos de reabilitação com fisioterapeuta. Quando se acidentou, ele trabalhava na concessionaria autorizada da Yamaha em Aquidauana. A paixão por motos trouxe o gosto pelas competições, Marcão começou os primeiros treinos em 1998, pilotando uma Agrale 27.5 Explorer.

As primeiras voltas foram feitas na pista da Santa Marta, em Aquidauana. No momento do acidente, Marcão pilotava sua Yamaha XTZ 125 azul, que foi guardada, passou por conserto e espera pela volta do aquidauanense às ruas e pistas de motocross. Questionado sobre o primeiro lugar aonde vai com sua moto, ele diz, com o sorriso largo que é uma das suas maiores características: “eu vou lá no Rato”, se referindo a oficina do amigo, Rato Moto, localizada na esquina das ruas 15 de Agosto e Giovanni Toscano de Britto. 

Enquanto esse dia não chega, Marcão “se vira” com outra opção de duas rodas, desde que foi liberado do tratamento em novembro do ano passado. A bicicleta que ele usa para visitar todos os dias o filho Marquinhos, de 8 anos, que mora na vila Bancária. Sobre os passeios com a “magrela”, um dos membros da equipe de reportagem pergunta: como você faz nas subidas, desce da bicicleta e vai empurrando?”. Nesta hora, o sorriso largo reaparece e Marcão responde: “Eu troco de marcha e vou só de boa”.  Confira o vídeo.

Por enquanto, Marcão trocou a moto pela bicicleta para rodar pelas ruas da cidade
Por enquanto, Marcão trocou a moto pela bicicleta para "rodar" pelas ruas da cidade / Luiz Guido Júnior
Por enquanto, Marcão trocou a moto pela bicicleta para rodar pelas ruas da cidade

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Semáforo com defeito aumenta risco e motociclista se envolve em acidente

2
Anastácio

Morre Liberato Fernandes, morador de Anastácio, aos 90 anos

3
Policial

Casa no Cristo Rei servia de ponto de consumo de drogas

4
Aquidauana

Funcionários protestam contra decisão que pode levar Simasul a fechar

Vídeos

Sepultamento de Sophia Rondon

Uno estoura pneu e capota com cinco pessoas a caminho do INSS

Veículo pega fogo no Centro de Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,14m
Miranda
3,99m
Paraguai
4,75m

Colunas e Blogs

Raquel Anderson

Err....

Rosildo Barcellos

Heróis Brasileiros

Manoel Afonso

2018: Internet versus currais eleitorais

Ver Mais Colunas
481710713