A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
22 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Brasil 'genérico' só empata com o Chile e sai vaiado do Mineirão

25 ABR 2013 - 07h00min
Tiago Leme / ESPN
No último teste antes da convocação para a Copa das Confederações, o Brasil "genérico" teve má atuação e apenas empatou com o Chile, por 2 a 2, nesta quarta-feira à noite, no Mineirão, em Belo Horizonte. O zagueiro Réver e o atacante Neymar fizeram os gols da seleção, mas dois conhecidos dos brasileiros, González, do Flamengo, e Vargas, do Grêmio, balançaram a rede para os visitantes. O resultado decepcionou os mais de 53 mil torcedores presentes no estádio, que vaiaram o time do técnico Luiz Felipe Scolari.
 
Mesmo atuando apenas com jogadores de clubes brasileiros, a seleção mais uma vez teve fraco desempenho. Ronaldinho Gaúcho e Neymar não conseguiram se destacar e apareceram apenas em lances esporádicos. O Chile, que começou o amistoso bem superior ao adversário, abriu o placar com González, mas Réver empatou ainda no primeito tempo. Na segunda etapa, Neymar virou para o Brasil, mas Vargas igualou o marcador novamente.
 
A listas dos jogadores convocados para a Copa das Confederações será divulgada no dia 14 de maio. O Brasil ainda enfrenta Inglaterra (2 de junho, no Maracanã) e França (9 de junho, na Arena Grêmio), mas já com os jogadores que disputarão a competição. A estreia será no dia 15 de junho, contra o Japão, em Brasília.
 
Além de um teste para a seleção, a partida desta quarta no Mineirão foi um evento-teste nos padrões da Fifa. Apesar do excelente nível do estádio reaberto recentemente após reforma, alguns pontos ainda precisam ser corrigidos, já que houve problemas no acesso dos torcedores por causa do trânsito e também falhas com lugares marcados nas arquibancadas.
 
O jogo
 
O apoio dos mais de 53 mil torcedores que compareceram ao Mineirão não foi suficiente para que a seleção brasileira fosse para cima do adversário desde o início. Pelo contrário. Foi o Chile que pressionou nos primeiros minutos e criou boas chances, enquanto o Brasil teve dificuldades para encontrar espaços na marcação dos visitantes.
 
Logo aos 8 minutos, após cobrança de falta e rebote do goleiro Diego Cavalieri, Cortes tocou para o zagueiro González, do Flamengo, que abriu o placar de cabeça. Os chilenos ainda tiveram oportunidades de ampliar, em um chute de Mena após falha de Dedé e defesa importante de Cavalieri, em uma bicicleta para fora de Rubio e em um pênalti de Réver em Meneses não marcado pela arbitragem. 
 
Até então, a única vez que o Brasil tinha assustado foi em uma finalização de fora da área de Jadson, que pegou na trave. Mesmo sem ter boa atuação, o time do técnico Luiz Felipe Scolari conseguiu o empate aos 25 minutos, em uma cabeçada do zagueiro Réver após cobrança de escanteio de Neymar, para a festa dos atleticanos presentes nas arquibancadas.
 
A partir daí, o duelo começou a ficar mais equilibrado, e cada equipe ainda teve mais uma oportunidade de gol antes do intervalo. Primeiro, Neymar recebeu bom passe de Jean, mas chutou mal e a bola saiu por cima do gol, lance que fez o atacante santista ser bastante xingado pelos torcedores. Depois, Rubio também errou finalização de dentro da área do outro lado. No final do primeiro tempo, o apoio incial da torcida deu lugar às vaias para o desempenho brasileiro.
 
Para o segundo tempo, Felipão tirou o zagueiro Dedé e o atacante Leandro Damião para as entradas de Henrique e Alexandre Pato. A substituição ofensiva deu certo, a seleção brasileira conseguiu um gol logo, e a impressão é que o time se acertaria para buscar uma vitória tranquila.
 
Aos 8 minutos, após ótimo lançamento de Jadson, Pato poderia ter finalizado, mas preferiu rolar no meio para Neymar, que só teve o trabalho de empurrar para a rede e decretar a virada: 2 a 1.
 
Dez minutos depois, porém, o atacante chileno Eduardo Vargas, do Grêmio conseguiu se livrar da marcação pela intermediária e chutou de longe para empatar novamente o amistoso: 2 a 2.
 
A seleção brasileira bem que tentou a vitória, Felipão fez diversas substituições, mas a equipe não conseguiu se organizar e foi à frente mais na base da vontade. Jogando em casa, em Belo Horizonte, Ronaldinho Gaúcho pouco produziu, O meia-atacante do Atlético-MG não conseguiu sair da marcação e mais uma vez esteve abaixo da média. O Chile ainda teve Braulio Leal expulso por uma falta dura em Fernando nos minutos finais.
 
Insatisfeita com a atuação do Brasil, a torcida vaiou a equipe, gritou "olé" durante o toque de bola dos chilenos, chamou Neymar de "pipoqueiro" e deixou o Mineirão frustrada, criticando bastante a seleção.
 
FICHA TÉCNICA:
BRASIL 2 X 2 CHILE
 
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG) 
Data: 24 de abril de 2013, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília) 
Árbitro: Carlos Amarilla (do Paraguai) 
Assistentes: Carlos Cáceres e Dario Gaona (ambos do Paraguai)
Público: 53.331 pagantes
Renda: R$ 3.255.205,00
Cartões amarelos: Ronaldinho Gaúcho, Fernando (Brasil). Álvarez, Muñoz (Chile)
Cartão vermelho: Leal (Chile)
GOLS: BRASIL: Réver, aos 25 minutos do primeiro tempo. Neymar, aos 8 minutos do segundo tempo; CHILE: González, aos 8 minutos do primeiro tempo. Vargas, aos 18 minutos do segundo tempo
 
BRASIL: Diego Cavalieri; Jean (Marcos Rocha), Dedé (Henrique), Réver e André Santos; Ralf (Fernando), Paulinho, Jadson (Osvaldo) e Ronaldinho Gaúcho; Neymar e Leandro Damião (Alexandre Pato)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
 
CHILE: Johnny Herrera; Álvarez, Marcos González, Rojas e Mena; Reyes, Leal, Meneses (Muñoz) e Cortés (Fuenzalida); Eduardo Vargas (Robles) e Rubio (Figueroa)
Técnico: Jorge Sampaoli

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem foi executado com tiros e suspeita é de "guerra" entre grupos

2
Aquidauana

Prefeitura convoca mais 34 candidatos aprovados em concurso público

3
Aquidauana

Acidente entre carro, moto e bicicleta no Ovídio Costa II envolve jovem, criança e mulher grávida

4
Aquidauana

Correntes que circulam pelo WhatsApp deixam população em dúvida sobre o que é real e o que é invenção

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
4,40m
Miranda
6,72m
Paraguai
1,60m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

PAIS QUE EDIFICAM SEUS FILHOS

Rosildo Barcellos

O Arroubo Âmago do Cedro!

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Ver Mais Colunas
498110765