A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Confira os resultados desta quarta-feira das Séries A e C do Brasileirão

Cruzeiro vence o Bahia e leva o título simbólico do primeiro turno. Inter bate o Corinthians; Galo e Flu ficam no empate e seguem próximos da zona da degola

5 SET 2013 - 08h15min
Globoesporte.com
CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 (18ª RODADA)
 
Bahia 1 x 3 Cruzeiro (*foto)
Se o Campeonato Brasileiro premiasse o campeão do primeiro turno, ontem seria dia de festa em Minas Gerais. Nesta quarta-feira, na Fonte Nova, o Cruzeiro venceu o Bahia e garantiu, com uma rodada de antecedência, a primeira colocação na virada do turno da Série A. Com os gols de Borges, Éverton Ribeiro e Julio Baptista ? Fahel descontou para os baianos ?, a equipe mineira venceu por 3 a 1, chegou aos 37 pontos e não pode ser alcançada no próximo fim de semana.
 
Festa de um lado e preocupação do outro. A reta final do primeiro turno tem sido cruel para o Bahia. Sensação nas primeiras rodadas, o Tricolor só venceu uma vez nas últimas seis partidas da competição. A queda deixa o time na nona colocação, com 23 pontos, e acarreta na obrigação de vencer o Fluminense, sábado, às 18h30m (de Brasília), para voltar a se aproximar dos primeiros colocados.
 
O título do primeiro turno do Brasileirão não passa de uma coroação simbólica. Mas que vai muito além de um possível crescimento na motivação dos jogadores. Nos dez anos da Série A em pontos corridos, apenas três vezes o chamado campeão do primeiro turno não levantou a taça verdadeira no fim da competição.
 
? Sabemos que é uma coisa simbólica, mas é importantíssimo porque abrimos diferença para o pessoal que está atrás. Nosso objetivo era esse ? comemorou William.
 
Adepto da simbologia ou não, o Cruzeiro terá no próximo domingo a chance de ratificar sua liderança. O time de Marcelo Oliveira receberá o Flamengo às 16h (de Brasília), no Mineirão.
 
 
Flamengo 2 x 1 Vitória
No duelo rubro-negro à beira da crise, deu Flamengo. E com sobras, apesar do gol sofrido nos acréscimos. Sob chuva constante no Maracanã, o time carioca interrompeu a péssima fase no Campeonato Brasileiro e derrotou o Vitória por 2 a 1, graças a dois gols de Hernane no primeiro tempo, na noite desta quarta-feira. O lateral Juan, ex-Fla, descontou. O jogo marcou a estreia do técnico Ney Franco em um esforçado, porém pouco criativo Leão.
 
Os flamenguistas quebraram um jejum de quatro partidas sem vitória no nacional, ainda que tenham se classificado para as quartas de final da Copa do Brasil neste meio-tempo, superando o Cruzeiro por 1 a 0. A zona de rebaixamento se aproximava perigosamente. Agora, deram um salto provisório para a 12ª posição, com 22 pontos. Os baianos, que acumulam quatro derrotas consecutivas, sustentam o décimo lugar, com a mesma pontuação. O estádio recebeu 10.312 pagantes (12.616 presentes) para renda de R$ 413.625.
 
Na última rodada no primeiro turno, o Flamengo visita o líder Cruzeiro, às 16h de domingo, e o Vitória pega o Atlético-MG, no sábado, às 18h30m, no Barradão.
 
 
Atlético-PR 2 x 1 Santos
O Atlético-PR segue firme em sua arrancada no Campeonato Brasileiro. Há 11 jogos sem o gosto da derrota, desde a chegada do técnico Vagner Mancini, o Furacão fez nova vítima na Vila Capanema: sob o comando de Paulo Baier e com belos gols de Marcelo e Marco Antônio, venceu o Santos por 2 a 1 e subiu mais um degrau na classificação. Agora é o vice-líder, deixando bem para trás a zona de rebaixamento que frequentou no início da competição. Festa para os 12.595 rubro-negros que pagaram ingresso e lotaram o pequeno caldeirão.
 
Com 33 pontos, o time paranaense foi beneficiado pela derrota do Grêmio (31) para Goiás, terça-feira, no Serra Dourada. Para manter o segundo lugar, torce por um tropeço do Botafogo (30) diante do Coritiba, nesta quinta, no Maracanã - mas o Alvinegro toma a vice-liderança apenas se vencer por três ou mais gols de diferença, o que lhe daria vantagem no saldo. O Santos, que pressionou bastante nos minutos finais e conseguiu descontar com Emerson, soma 22 pontos e encontra-se no meio da tabela. Fecha a noite em 11º lugar.
 
As duas equipes voltam a campo no próximo fim de semana, pela 19ª rodada e encerramento do primeiro turno do Brasileirão. No sábado, o Santos recebe o Goiás na Vila Belmiro, às 18h30m (de Brasília). Domingo, o Atlético-PR encara o Vasco em São Januário, no mesmo horário.
 
 
Portuguesa 2 x 1 Ponte Preta
Em mais uma noite inspirada ? de todo o time, mas principalmente do atacante Gilberto ?, a Portuguesa venceu a Ponte Preta por 2 a 1, no Canindé, pela 18 ª rodada do Campeonato Brasileiro, e ganhou fôlego na briga contra o rebaixamento. De quebra, ainda ampliou a crise da Macaca, que chega a cinco partidas sem vitória e, assim, também luta para fugir da degola.
 
Com a vitória, a Lusa alcançou o objetivo de obter seis pontos nos dois jogos que tinha em casa - e, da mesma forma como foi contra o Bahia, no sábado passado, Gilberto voltou a ser o nome do time. Novamente ele marcou dois gols, chegou a seis no campeonato e se consolidou como o artilheiro do time rubro-verde. A torcida presente era pequena - só 1.419 pagantes -, mas se empolgou com o futebol apresentado e gritou "olé" ao fim do jogo e também "eu acredito".
 
A situação da Portuguesa na tabela, entretanto, ainda é delicada. A equipe soma 19 pontos e permanece na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, podendo ser ultrapassada pelo São Paulo nesta quinta-feira (o Tricolor recebe o Criciúma no Morumbi).
 
Já a Ponte Preta se encontra em posição pior. Com 15 pontos, é a vice-lanterna, à frente apenas do Náutico. Na próxima rodada, o time de Jorginho tentará a recuperação diante do Internacional, no Moisés Lucarelli, enquanto a Lusa buscará manter a série positiva contra outro gaúcho: o Grêmio, em Porto Alegre.
 
 
Atlético-MG 2 x 2 Fluminense
No jogo do contra-ataque contra a bola parada, Atlético-MG e Fluminense amargaram um empate nada agradável para ambos na classificação do Campeonato Brasileiro. Para o Flu, por ter ficado duas vezes à frente do placar; para o Galo, por deixar escapar mais pontos dentro de casa. O 2 a 2 na noite desta quarta-feira, no Independência, manteve as duas equipes próximas da zona de rebaixamento.
 
Os cariocas foram a 19 pontos e continuam em 16º lugar, mas podem entrar no Z-4 já nesta quinta-feira, caso o São Paulo ganhe em casa do Criciúma. Os mineiros estão em 13º, com apenas dois pontos à frente, e permanecem na ressaca da Libertadores: depois da conquista, venceram só duas vezes em 11 jogos, incluindo a eliminação precoce na Copa do Brasil.
 
Com um Fluminense fechado e jogando no erro do adversário, Wagner e Rhayner deixaram o Tricolor duas vezes à frente do placar. Porém, Ronaldinho Gaúcho, que voltou ao time após ser poupado com dores musculares contra o Goiás, desequilibrou.
 
Se faltou inspiração com a bola rolando, sobrou competência com ela parada num duelo que teve 51 faltas (29 do Flu, 22 do Galo). Em duas delas, o camisa 10 igualou o placar em cobranças precisas diante de um público de 6.529 pagantes. A renda da partida foi de R$ 160.720. 
 
Sem Pierre e Réver, que levaram o terceiro cartão amarelo, o Atlético-MG na próxima rodada visita o Vitória no sábado, às 18h30m (de Brasília), no Barradão. No mesmo dia e horário, o Fluminense receberá o Bahia no Maracanã, sem Rhayner, que recebeu dois amarelos e foi expulso.
 
 
Internacional 1 x 0 Corinthians
A vitória no Estádio do Vale demorou, mas, enfim, chegou para o Internacional neste Campeonato Brasileiro. Longe do Beira-Rio por conta das obras para a Copa do Mundo de 2014, o Colorado desencantou, venceu o Corinthians por 1 a 0 em Novo Hamburgo, na noite desta quarta-feira, e acabou com sua ?empatite?. A equipe do técnico Dunga não vencia havia sete rodadas na competição nacional, enquanto o Timão não perdia desde a sétima rodada.
 
Foi um jogo brigado, tenso, de pouca técnica. Sem a presença de seus principais goleadores, Diego Forlán e Paolo Guerrero, que acumulam 17 gols cada nesta temporada, Internacional e Corinthians protagonizaram uma partida truncada, com muito tempo de bola parada e mais faltas duras do que chances de gol. Só na etapa inicial, por exemplo, foram 22 minutos sem a bola rolando.
 
O jogo também foi polêmico. No primeiro tempo, os Colorados reclamaram da anulação de um gol de Fabrício - o lateral mandou para a rede com Cássio no chão, após choque com Leandro Damião - e da não marcação de um pênalti em toque da bola na mão de Emerson Sheik. Na etapa final, porém, D?Alessandro marcou de falta e garantiu a vitória gaúcha.
 
Na tabela de classificação, as coisas mudam pouco para gaúchos e paulistas. Enquanto o Internacional chega a 27 pontos, na sexta posição, o Corinthians permaneceu estagnado no quinto lugar, com 29. O Timão terá dificuldades para montar sua equipe na próxima rodada: sem Pato e Guerrero, convocados pelas seleções de Brasil e Peru, Tite ainda terá de lidar com as perdas de Douglas e Emerson, suspensos.
 
Enquanto o Internacional volta a campo no sábado, às 18h30m (horário de Brasília), contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, o Corinthians recebe o lanterna Náutico, domingo, às 16h, no Pacaembu.
 
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE C 2013 (PRIMEIRA FASE - 12ª RODADA)
Treze 1 x 0 Baraúnas
Águia de Marabá 1 x 0 Rio Branco-AC

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem é preso por arrastar mulher no asfalto

2
Policial

Homem não identificado é encontrado carbonizado dentro de carro

3
Policial

Homem é assassinado com tiro na cabeça enquanto discutia com a ex

4
Policial

Homem é encontrado morto na cama de casa após festa

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

Falta honra, sobra esperteza.

Robinson L Araújo

ME CONHECE COMO NINGUÉM

Valdemir Gomes

Hoje...

Ver Mais Colunas
498110568