A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Confira os resultados deste domingo das Séries A, C e D do Brasileiro

Em jogo de oito gols, Cruzeiro bate o Vasco e se mantém na liderança isolada da Série A. No dia do aniversário de 103 anos, Corinthians goleia o Flamengo no Pacaembu.

2 SET 2013 - 08h15min
Globoesporte.com
CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 - 17ª RODADA
 
Corinthians 4 x 0 Flamengo (*foto)
Alexandre Pato nasceu em 2 de setembro de 1989, um dia depois de o Corinthians festejar seus 79 anos. E não é que, neste mundo moderno de 2013, um jovem e um senhor de idade ainda conseguem soprar velinhas juntos. Ele foi o principal dos 39.361 convidados (36.541 pagantes) que foram à grande festa no Pacaembu. Abriu o caminho para que o Timão goleasse impiedosamente o Flamengo por 4 a 0, numa superioridade de futebol e competitividade muito maior do que a diferença de história e número de torcedores entre os clubes mais populares do país.
 
Pato comemorou seus 24 anos de forma antecipada no dia dos 103 do Timão. Fez um de seus melhores jogos no ano, na tarde que também marcou a primeira goleada da equipe na competição e seu melhor público no ano. O atacante fez dois gols no primeiro tempo - chegou a 102 na carreira -, e participou do terceiro na etapa final, antes de ser substituído. Mais uma vitória com a cara do campeão mundial: uma defesa sólida, quase intransponível, e eficiência invejável nas conclusões.
 
A torcida alvinegra se reencontrou com os antigos ídolos Elias e Chicão, muito aplaudidos, Mano Menezes e André Santos, recebidos com respeito e discrição, e o goleiro Felipe, vaiado do início ao fim. Vaias que deram o tom do que (não) jogou o Flamengo no Pacaembu. Com os setores muito distantes, frágil pelos lados e sem criatividade, em momento algum o time carioca esboçou brigar pela vitória.
 
O jogo também deixou claros os objetivos dos times no Brasileirão. O Corinthians quer o título. São dez partidas sem derrota, ainda que o número de cinco empates nessa série seja significativo. Já o Flamengo, há cinco rodadas sem vencer, cada vez mais vê as equipes da zona de rebaixamento pontuarem e se aproximarem.
 
Os times voltam a campo nesta quarta-feira pelo Campeonato Brasileiro. O Corinthians visita o Internacional, às 21h50m, em Novo Hamburgo, enquanto o Beira-Rio segue fechado para obras. Já o Flamengo voltará a atuar no Maracanã, às 19h30m, diante do Vitória. Classificados, os times de maior torcida do país também aguardam o sorteio da Copa do Brasil que vai definir datas e ordem dos mandos dos jogos das quartas de final. O Timão terá o Grêmio pela frente, enquanto o Fla vai disputar dois clássicos contra o Botafogo.
 
 
Vitória 0 x 1 Criciúma
O Vitória estava invicto dentro de casa no Campeonato Brasileiro. O Criciúma, por sua vez, não tinha vencido nenhuma partida longe de Santa Catarina na Série A. Tudo, no entanto, mudou após 90 minutos de bola rolando neste domingo. No Barradão, em Salvador, o Tigre bateu o Rubro-Negro pelo placar de 1 a 0 e deu adeus a fama de visitante acanhado. Marcel, de pênalti, marcou o único gol da partida, válida pela 17ª rodada do Brasileirão 2013. O resultado acabou provocando a demissão do técnico Caio Júnior.
 
Apesar das reclamações no lance capital da partida, Marcel afirma que foi puxado por Victor Ramos e que o árbitro Francisco de Assis Almeida Filho acertou ao marcar o pênalti em favor do Criciúma.
 
- Saí limpo na jogada, ele me puxou. Acho que foi pênalti. Graças a deus saiu o gol. Me machuquei um tempo atrás e voltei para ajudar - comentou o atacante, que ainda não havia balançado as redes na Série A.
 
Com o resultado, o Criciúma chega aos 20 pontos e se distancia um pouco da briga contra o rebaixamento. Já o Vitória, amarga uma sequência negativa de três derrotas seguidas, incluindo a partida contra o Coritiba, pela Copa Sul-Americana, realizada na última quarta-feira. A equipe treinada por Caio Junior estacionou nos 22 pontos e a briga pelo G-4, que até pouco tempo era tratada com naturalidade dentro da Toca do Leão, cada vez mais se transforma em um sonho distante.
 
 
Coritiba 0 x 0 Internacional
No confronto dos times que vivem um jejum de vitórias, não encontram mais o caminho do G-4 e que contavam com os retornos cruciais de seus camisas 10, Alex e D'Alessandro, Coritiba e Inter ficaram num empate em 0 a 0 nada proveitoso para as duas equipes na tarde deste domingo, no Couto Pereira, pela 17ª rodada do Brasileirão.
 
O empate deixou o time paranaense na sexta colocação, com 25 pontos, um a mais que o Colorado, sétimo colocado. O resultado aumentou a aflição dos dois clubes, que não conquistam três pontos há um bom tempo. O Coxa chegou a cinco jogos sem vitórias, enquanto a série amarga do Colorado alcança sete partidas na Série A, sendo seis empates seguidos. Isto sem contar o fato de não superar o rival no Paraná desde 2003, ainda no início da era dos pontos corridos.
 
Em mais uma tentativa de recuperação, o Inter recebe o embalado Corinthians, às 21h50m de quarta, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Já o Coritiba visita o Botafogo, outro integrante do G-4, como o Timão, às 19h30m de quinta, no Rio de Janeiro, pela 18ª rodada.
 
 
Botafogo 0 x 0 São Paulo
Um jogo sem sal e de resultado nada saboroso para Botafogo e São Paulo no Maracanã. Após 90 minutos divididos em uma metade monótona e a outra de muita correria e pouca inspiração, cariocas e paulistas não saíram do 0 a 0 em duelo válido pela 17ª rodada do Brasileirão. Com isso, o Glorioso, que sonhava voltar à liderança, perdeu posições na tabela de classificação para Grêmio e Atlético-PR e caiu para o quarto lugar, com 30 pontos. O Tricolor prolonga por mais uma rodada sua agonia na zona de rebaixamento. Perdeu uma posição e está em penúltimo, com 15 pontos.
 
Mais incisivo, o Botafogo esteve mais perto do triunfo, mas um chute de Seedorf no travessão foi o momento mais empolgante para o torcedor. Na próxima quinta, o compromisso é novamente no Maracanã, diante do Coritiba, às 19h30m (de Brasília).
 
O São Paulo, que tentava a segunda vitória consecutiva, encara o último colocado Náutico na terça-feira, às 21h, na Arena Pernambuco, em jogo atrasado da décima rodada. Na quinta, volta a entrar em campo para receber o Criciúma. Rogério Ceni comentou o acúmulo de jogos nos próximos dias em decorrência da excursão ao exterior.
 
O público no Maracanã foi de 23.585 pagantes (28.591 presentes), o maior do Botafogo como mandante neste Brasileirão, superando por pouco o jogo contra o Goiás, no Mané Garrincha (23.322).
 
 
Cruzeiro 5 x 3 Vasco
Everton Ribeiro, Júlio Baptista, Dedé, Juninho, André e Fagner. Nomes de destaque não faltavam no confronto entre Cruzeiro e Vasco neste domingo, no Mineirão. Porém, os protagonistas foram dois jovens de 20 anos considerados coadjuvantes nos dois elencos: Lucas Silva e Willie. Cada um marcou dois gols na partida, porém o volante revelado na Toca da Raposa contou com mais ajuda de seus companheiros do que o atacante recém-chegado a São Januário e foi decisivo na vitória da equipe mineira por 5 a 3.
 
O Cruzeiro, que manteria a liderança mesmo em caso de derrota, abriu três pontos de vantagem sobre o Grêmio, novo vice-líder do Brasileirão. Já o Vasco caiu três degraus e ocupa a 14ª colocação, com 20 pontos, quatro a mais do que o primeiro time na zona de rebaixamento, a Portuguesa.
 
O primeiro tempo da partida foi um dos melhores da competição até agora, com direito a gol mais rápido do campeonato - Willian, aos 31 segundos -, boas chances para as duas equipes e três gols para cada lado. Na segunda etapa, o ritmo da partida caiu, mas o Cruzeiro se impôs e conseguiu manter sua excelente campanha em casa: são sete vitórias e dois empates. Já o Vasco venceu apenas um jogo fora do Rio de Janeiro, contra o Coritiba, no Couto Pereira.
 
Os cruz-maltinos deixaram o campo revoltados com a falta de fair play do atacante Willian, que devolveu a posse de bola a Fagner, mas em seguida saiu correndo em direção a ele. O lateral só teve tempo de chutar e acertar Willian, que teve uma chance clara de gol. O goleiro Diogo Silva defendeu, mas o lance seguiu e, 41 segundos depois, o Cruzeiro marcou o quarto gol.
 
A partida no Mineirão, que recebeu 17.098 pagantes (para uma renda de R$ 808.607), marcou o reencontro de Dedé com o Vasco, clube pelo qual se tornou ídolo. O zagueiro teve uma atuação discreta, com uma roubada de bola e duas faltas cometidas.
 
O próximo jogo do líder Cruzeiro será fora de casa, contra o Bahia, às 21h50m de quarta-feira. O Vasco também atua como visitante, diante do lanterna Náutico, no dia seguinte, às 21h.
 
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE C 2013 - PRIMEIRA FASE - 12ª RODADA
Vila Nova 1 x 0 Mogi Mirim
Baraúnas 2 x 1 Rio Branco-AC
Sampaio Corrêa 0 x 1 Águia de Marabá
Luverdense 1 x 0 Brasiliense
Cuiabá 1 x 3 Santa Cruz
CRB 2 x 0 Fortaleza
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE D 2013 - OITAVAS DE FINAL - JOGOS DE IDA
Santo André 0 x 0 Metropolitano-SC
Sergipe 2 x 2 Tiradentes-CE
Central 3 x 1 Botafogo-PB
Londrina 1 x 0 Juventude

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem assassina jovem em carvoaria de fazenda na Estrada do Taboco

2
Policial

Jovem é assassinado com três tiros após emboscada durante a madrugada

3
Policial

Homem agride mulher e a deixa nua no Jardim Independência

4
Aquidauana

Mulher busca ajuda para encontrar parentes de sua mãe, que não os vê há 53 anos

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Pedro Puttini Mendes

O “modelo de lei”, o ambientalismo municipal e a mu...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DE VOLTA AO MEIO DO MUNDO (E AO ...

Manoel Afonso

Falta honra, sobra esperteza.

Ver Mais Colunas
498110796