A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
24 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Confira os resultados deste domingo no futebol brasileiro

Brasil vence a França e ganha moral para a Copa das Confederações. Coxa, Vitória, Flu e Galo triunfam no Brasileirão

10 JUN 2013 - 08h35min
Com informações do Globoesporte.com
Amistoso
 
Brasil 3 x 0 França (*foto)
O peso de um amistoso não chega nem perto de um jogo de campeonato. Mas em determinados casos, uma partida assim pode tirar toneladas das costas de um time. No caso, da seleção brasileira. Por mais estranho que possa parecer para o maior campeão de todos os tempos, a vitória do Brasil sobre a França por 3 a 0, neste domingo, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, acabou com um tabu de mais de três anos e meio sem vencer um campeão do mundo. Contra os Bleus, o jejum durava desde 1992.
 
A Seleção ainda está longe de empolgar. Bem longe. Tanto que as mais de 51 mil pessoas presentes no estádio oscilaram entre gritos e momentos de completo silêncio e até vaias (nem Oscar, autor do primeiro gol, escapou). Mas ao menos com esse triunfo conseguiu ganhar um ânimo extra para o desafio que vem pela frente: a Copa das Confederações. A última vitória sobre um campeão do mundo tinha sido em novembro de 2009, 1 a 0 sobre a Inglaterra. De lá para cá, cinco derrotas e dois empates. Além do meia do Chelsea, Hernanes e Lucas também marcaram.
 
O fato é que falta à seleção brasileira poder de decisão. Talvez por isso essa vitória tenha demorado tanto tempo a voltar à rotina. Não é um problema apenas do time de Felipão. Já era assim com Mano Menezes. Ao menos, a vontade apresentada no amistoso deste domingo deixa a esperança de que as coisas podem melhorar. Com Neymar é preciso ter paciência. Ele tem o apoio da torcida quando vai bem. Quando vai mal ou mais ou menos, as vaias são inevitáveis.
 
A seleção brasileira se concentra agora na reta final da preparação para a Copa das Confederações. A estreia está marcada para o próximo dia 15 de junho, sábado, contra o Japão, em Brasília. Cabeça de chave do Grupo A, o Brasil ainda encara o México, dia 19, em Fortaleza, e a Itália, dia 22, em Salvador, pela primeira fase.
 
 
Campeonato Brasileiro 2013 (2ª e 5ª rodadas)
 
Fluminense 2 x 1 Goiás - rodada 5
Enorme vitória. Com um jogador a menos em todo o segundo tempo, o Fluminense teve força, garra e confiança para virar contra o Goiás, no início da noite deste domingo, no estádio Moacyrzão, em Macaé. Golaço de Rafael Sobis e oportunismo de Denílson garantiram a vitória por 2 a 1 e os três pontos ao Tricolor. Vítor havia colocado o Esmeraldino na frente.
 
Em jogo fraco tecnicamente, sobrou suor ao Flu. Rhayner foi expulso no final do primeiro tempo, por falta muito dura no goleiro Renan. No segundo período, o Goiás pulou na frente, mesmo jogando pior, e depois parou. Resultado: cedeu uma virada impressionante.
 
Rafael Sobis, que passou mal logo após o apito final, exaltou o espírito da equipe tricolor.
 
- Acho que tive uma queda de pressão, mas não foi nada grave. Tenho muito orgulho de jogar com esse time, quando todo mundo dá o Fluminense por vencido, a gente reage. Jogamos contra uma boa equipe, mas não merecíamos ter levado o primeiro gol - declarou.
 
Pelo lado esmeraldino, Dudu Cearense admitiu o vacilo do time.
 
- Essa derrota tem um peso grande, a gente vinha de uma grande vitória contra o São Paulo. Demos a vitória para o Fluminense, estávamos com um homem a mais, o Sobis foi feliz no chute e depois eles viraram na bola parada. Agora é ter tranquilidade e trabalhar durante a Copa das Confederações - avaliou.
 
Com isso, o Fluminense se recuperou da derrota para o Coritiba e foi a nove pontos, na quarta colocação no Brasileiro e com um jogo a menos do que a maioria dos rivais. O Goiás é o 15º. O Tricolor pega a Portuguesa quarta-feira, no Canindé. Se vencer, será líder. O Esmeraldino só volta a jogar em 7 de julho, contra o Vitória, em casa.
 
 
Vitória 3 x 2 Atlético-PR - rodada 5
O argentino Maxi Baincucchi detesta ser comparado ao primo Lionel Messi. Geralmente, quando algum repórter desavisado fala no parentesco com o melhor jogador do mundo, o atacante faz cara feia, dá uma resposta seca e sai pisando duro. Neste domingo, no entanto, Biancucchi mostrou que o bom futebol deve sim ser uma característica de família. Com um gol e uma assistência, o baixinho comandou o Vitória no triunfo por 3 a 2 sobre o Atlético-PR, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana.
 
Com o Barradão transformado em centro de treinamento de seleções para a Copa das Confederações, o duelo entre os dois rubro-negros precisou ser realizado no interior da Bahia. O estádio escolhido foi o Joia da Princesa, que se transformou em um dos protagonistas do confronto. O gramado irregular e a grande quantidade de buracos prejudicaram bastante o andamento da partida e aumentram consideravelmente a estatística de passes errados.
 
Com o triunfo, o Vitória chega aos 10 pontos, sobe para o segundo lugar e encerra as cinco primeiras rodadas pelo menos no G-4, objetivo que o técnico Caio Junior havia traçado como necessário para ter tranquilidade no mês em que o Brasileirão será paralisado para a realização da Copa das Confederações. A equipe pode perder uma posição caso o Fluminense vença a Portuguesa na quarta-feira, em jogo adiado. O Atlético-PR, por sua vez, estaciona nos cinco pontos e fica na parte de baixo da tabela de classificação, sinal de que haverá muita cobrança para o Furacão até a retomada da Série A, em julho.
 
 
Coritiba 1 x 0 Náutico - rodada 5
O Coritiba fez a lição de casa, venceu o Náutico por 1 a 0 e continua na liderança provisória do Campeonato Brasileiro, com 11 pontos. Quando Alex cruzou a bola para Deivid dar um simples toque para a rede, aos 54 segundos de jogo, a torcida chegou a ter a sensação de que o time alviverde aplicaria uma goleada no Estádio Couto Pereira. Mas apesar dos donos da casa apresentarem um maior volume de jogo durante a partida, o Timbu foi valente e não se entregou.
 
O jogo foi bem movimentado, e a equipe pernambucana tentou fazer uma tática inteligente, esperando com paciência na defesa, para puxar os contra-ataques mesmo após levar um gol relâmpago. As bolas alçadas na área alviverde eram os maiores perigos do Náutico na busca pelo empate. Mas o Coritiba conseguiu atacar com mais perigo e sempre esteve mais próximo de ampliar a vantagem.
 
O meia e capitão coxa-branca Alex não saiu contente com a atuação da equipe, mas destacou que a vitória dá uma tranquilidade a mais.
 
- Foi bom pelos três pontos, mas tem muito para melhorar. Sentimos o desgaste do jogo de quinta-feira. Não foi um bom jogo - disse o craque alviverde.
 
A festa foi quase completa. Com uma rodada a menos, só o Fluminense pode ultrapassar o Coxa antes do intervalo para a Copa das Confederações no país, já que o Grêmio perdeu para o Atlético-MG e não pode passar o time paranaense. O Náutico, por sua vez, entrou na zona de rebaixamento, ocupando a 17ª colocação, com apenas quatro pontos.
 
 
Atlético-MG 2 x 0 Grêmio - rodada 2
Mais encorpado, com Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli de volta, o Atlético-MG derrotou o Grêmio por 2 a 0, neste domingo, em partida adiada da segunda rodada do Campeonato Brasileiro. E R10, que completou 50 jogos com a camisa alvinegra, marcou os dois gols da vitória. O primeiro, de pênalti, e o segundo, já no fim do segundo tempo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.
 
Ronaldinho chegou a 19 gols desde que estreou pelo Atlético-MG, diante do Palmeiras, no dia 9 de junho de 2012. O craque fez até a Copa das Confederações, que se inicia no próximo fim de semana, ficar um pouco de lado. Nas cadeiras do estádio, a seleção do Taiti acompanhou de perto todos os passos do ídolo. Os jogadores da seleção campeã da Oceania fizeram um pedido à diretoria do Galo e foram atendidos. Queriam ver de perto R10 e acompanhar um jogo do Campeonato Brasileiro.
 
Em outra parte do estádio, uma pequena, mas barulhenta torcida demonstrava sentimento diferente do da delegação do Taiti. Os torcedores do Grêmio reviveram a aversão por Ronaldinho Gaúcho. A mágoa persiste, desde que o jogador recusou a proposta de voltar ao clube e preferiu jogar no Flamengo. Todas as vezes que R10 se aproximava de onde estavam os tricolores, a vaia e os insultos surgiam.
 
O Atlético-MG encerrou a sequência de seis partidas sem vitória. Desde quando bateu o Cruzeiro, na primeira partida da final do Campeonato Mineiro, não conseguia um resultado positivo. O time mineiro deixou a zona de rebaixamento, alcançou a 16ª posição, com quatro pontos, e ainda pode subir mais na tabela, já que, nesta quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), encara o Santos, na Vila Belmiro, em jogo válido pela quinta rodada. O time gaúcho, por sua vez, não vence fora de casa desde o dia 20 de março, quando bateu o Pelotas, por 3 a 1, pelo Campeonato Gaúcho. Já são cinco jogos, com quatro empates e uma derrota. O próximo compromisso do Grêmio, oitavo colocado, com sete pontos, também será na quarta-feira, mas às 22h, diante do São Paulo, em Porto Alegre.

Veja também

Mais Lidas

1
Trânsito

Acidente entre carro e caminhão na MS-339 deixa duas vítimas fatais

2
Policial

PM fecha boca de fumo com pés de maconha, prende 2 e captura foragido

3
Policial

Durante surto, homem tenta cometer assassinatos e provoca incêndio

4
Aquidauana

Após desentendimento por carona, homem passa a perseguir mulher nas redes sociais

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
4,40m
Miranda
6,72m
Paraguai
1,60m

Colunas e Blogs

Manoel Afonso

O peso do clamor público nas eleições

Pedro Puttini Mendes

Cadastro Ambiental Rura: Prazo Curto!

Robinson L Araújo

POR QUE EXISTEM CASAMENTOS EM CRISE?

Ver Mais Colunas
498110558