A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Confira os resultados deste domingo nas Séries A, C e D do Brasileirão

Cruzeiro goleia mistão do Atlético-MG e é o novo líder do Brasileiro. São Paulo e Flu entram no Z-4. Caxias segue na ponta do Grupo B na Terceira Divisão

29 JUL 2013 - 08h15min
Globoesporte.com
CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 (9ª RODADA)
 
Grêmio 2 x 0 Fluminense (*foto)
A festa foi completa para o torcedor do Grêmio. Em domingo de homenagens na Arena Grêmio por causa dos 30 anos da conquista da Taça Libertadores de 1983, a equipe gaúcha nem precisou ser brilhante como aquela geração para deixar o campo com os três pontos. Diante de um frágil Fluminense, venceu por 2 a 0, subiu para o quinto lugar do Brasileiro e ampliou o calvário dos cariocas, que conheceram sua quinta derrota consecutiva e entraram na zona do rebaixamento.
 
O volante Riveros, estreante da tarde, e Kleber marcaram os gols, ambos no segundo tempo, pela nona rodada.
 
- Podíamos ter ganho do Criciúma, fomos lá para vencer, mas tivemos duas expulsões. Precisávamos vencer de qualquer maneira hoje (domingo). Está todo mundo de parabéns, a gente sobe na tabela e fica perto do Inter. Agora temos um jogo dificílimo contra o Corinthians - disse o atacante Kleber, referindo-se ao confronto da próxima quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu.
 
O Grêmio soma agora 15 pontos, está em sétimo e fica a três do grande rival, que perdeu a liderança ao ser derrotado pelo Náutico por 3 a 0. Já o Fluminense olha para a parte de baixo da tabela. Com nove pontos, a equipe tricolor entra na zona do rebaixamento pela primeira vez, em 17º lugar.
 
A situação faz aumentar a pressão sobre o técnico Abel Braga, que viu um time com atuação muito ruim, sem poder de reação e que igualou uma sequência de derrotas de quatro anos atrás. Na última semana, após a derrota para o Vasco, a diretoria tricolor se reuniu e estudou nomes de possíveis substitutos. Na quarta-feira, o Fluminense volta ao Maracanã para tentar a reabilitação diante do Cruzeiro, às 19h30m.
 
 
Corinthians 0 x 0 São Paulo
Não é balela dizer que as coisas costumam se equilibrar em grandes clássicos, ainda mais quando Corinthians e São Paulo se enfrentam. O Majestoso deste domingo, no Pacaembu, provou isso. No duelo entre a equipe tranquila e a que atravessa uma das maiores crises de sua história, o placar terminou zerado. Os 33 mil pagantes assistiram a um duelo sem muita graça. O Tricolor tem mais motivos para lamentar: vai terminar a nona rodada do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com apenas nove pontos. Além disso, chega à maior sequência sem vitórias de sua história: agora são 12 jogos consecutivos sem festejar um placar favorável.
 
O Corinthians também não está em situação tão boa, mas sabia que o clássico seria duro, disputado, difícil. E foi. O Timão comandou as ações, criou chances, mas parou na forte marcação são-paulina. A equipe de Tite soma 11 pontos, em 11º lugar, ainda está longe de objetivos maiores na competição.
 
O Tricolor acumulou compromissos porque viaja nesta segunda-feira para a Europa. Disputará torneios amistosos na Alemanha, Portugal e Japão. Só volta a jogar pelo Brasileirão no dia 10 de agosto, contra a Portuguesa, no Canindé. Já o Corinthians continua sua saga no Brasileiro contra o Grêmio, quarta-feira, no Pacaembu.
 
 
Cruzeiro 4 x 1 Atlético-MG
Nem parecia um dos clássicos de maior rivalidade no país. A semana não respirou o tradicional Cruzeiro x Atlético-MG, e nem mesmo o domingo amanheceu com aquele ar tenso reservado aos dias em que uma cidade se divide. A conquista da Taça Libertadores ainda tão recente, na última quarta, tirou do Galo qualquer responsabilidade ou necessidade de mostrar bom futebol diante do arquirrival. Até as arquibancadas estavam neste clima, sobretudo pelo lado dos alvinegros, que tiveram acesso a apenas 10% dos ingressos.

Com o time praticamente completo, o Cruzeiro entrou em campo com a missão, quase obrigatória, de vencer, e como satisfação a seu torcedor, carimbar a faixa rival. Missão cumprida: mais motivado, interessado e com um time melhor, o Cruzeiro até levou um susto, mas se recuperou com tranquilidade e não deu chances ao rival Atlético, disparando goleada por 4 a 1. Alecsandro abriu o placar, em cobrança de pênalti, mas a virada, com direito a goleada, veio dos pés de Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart (duas vezes) e Nilton.
 
Com o resultado e com os placares consolidados, de quebra o time de Marcelo Oliveira assumiu a liderança do Brasileirão, com 18 pontos, enquanto o Galo caiu para 13º, com dez. Na próxima rodada, a Raposa encara o Fluminense, no Maracanã, quarta, às 19h30m (de Brasília). O Galo volta ao Horto para, no mesmo horário, enfrentar o Atlético-PR.
 
 
Náutico 3 x 0 Internacional
O abismo da classificação desmoronou quando a bola rolou. Então lanterna do Campeonato Brasileiro, o Náutico atropelou o Internacional, que era líder, em apenas 20 minutos. Três gols marcados a partir dos 27 do segundo tempo garantiram o primeiro triunfo do Timbu na Arena Pernambuco, apenas o segundo no Brasileirão. Foi a segunda derrota do Colorado, que vinha embalado por quatro vitórias, enquanto o Náutico havia perdido seus quatro últimos jogos.
 
O jogo, válido pela nona rodada da competição, deixou em transe os quase 20 mil alvirrubros presentes na nova casa do Timbu. Com o resultado, o Náutico chegou aos 7 pontos e deixou a lanterna - agora é 19º. O Internacional caiu para o segundo lugar com os mesmos 18 pontos do Cruzeiro, novo líder da competição. O próximo compromisso dos pernambucanos é apenas no dia 7 de agosto, contra o Goiás, no Serra Dourada. O Colorado tem o clássico com o Grêmio, dia 4, na Arena do Grêmio.
 
Antes de a bola rolar, Dominguinhos foi homenageado na Arena Pernambuco. Os jogadores do Náutico entraram com uma faixa em alusão à memória do compositor pernambucano, que morreu na última terça-feira. Pouco antes, o sanfoneiro Dudu do Acordéon cantou para todo o estádio algumas das belas canções do artista, torcedor do rival Sport. 
 
 
Flamengo 1 x 1 Botafogo
Se não foi brilhante na técnica, como nos áureos tempos do Maracanã, o jogo deste domingo pelo menos teve ingredientes autênticos de um clássico: foi sofrido, dramático, cheio de alternativas, digno do retorno de Flamengo e Botafogo ao estádio após três anos de saudade. O empate por 1 a 1 teve um Alvinegro soberano no primeiro tempo, abrindo o placar com um belo gol de Rafael Marques em jogada ensaiada e permitindo ao adversário sua primeira finalização apenas aos 32 minutos. E viu o inverso após o intervalo, com o Rubro-Negro martelando até conseguir a igualdade, já nos acréscimos, com Elias o personagem da noite.
 
O Glorioso, que alcançaria a liderança com o 1 a 0, termina sob lamentos a nona rodada do Brasileiro em terceiro lugar, com 17 pontos, um a menos do que o primeiro colocado Coritiba. E o Flamengo, que entraria na zona de rebaixamento, escapa dela e fica em 15º, jogando para lá o rival Fluminense. Se mexe na tabela, o empate mantém um longo tabu: o Botafogo continua sem vencer o rival em Campeonatos Brasileiros desde 2000 (ou 21 jogos).
 
Mais uma vez, o estádio recebeu um bom público, mas esteve longe de lotar. Foram 38.853 pagantes (52.361 presentes), para uma renda de R$ 3.082.555. A parte lateral, mais cara, ficou esvaziada, como já acontecera no Fluminense x Vasco do domingo passado.
 
Na próxima rodada, o Flamengo viaja para Salvador para enfrentar o Bahia, às 21h50m de quarta-feira. Já o Botafogo, no dia seguinte, pega o Vitória às 19h30m, de novo no Maraca. 
 
 
Coritiba 1 x 1 Vitória
Alex e Maxi Biancucchi brigam pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Coritiba e Vitória disputam as primeiras posições. Na noite deste domingo, no Estádio Couto Pereira, esses dois duelos terminaram empatados. O camisa 10 do Coxa e o atacante rubro-negro marcaram um gol cada, e os times ficaram no 1 a 1, em jogo válido pela nona rodada. Com o resultado, Coxa e Vitória seguem perto dos líderes. Os paranaenses têm 17 pontos, ocupando o quarto lugar. Os baianos foram a 15 e estão na sexta posição. O Cruzeiro, que derrotou o Atlético-MG por 4 a 1, é o novo líder, com 18, ainda ao alcance de ambos.
 
Coritiba e Vitória fizeram um jogo equilibrado no primeiro tempo. Aí, brilhou a estrela dos artilheiros. Maxi Biancucchi aproveitou lançamento de Danilo Tarracha e marcou o sétimo gol dele no Brasileirão. Antes do intervalo, Alex cobrou falta com perfeição e deixou tudo igual. No segundo tempo, a marcação prevaleceu sobre o ataque. O Coxa pressionou nos últimos minutos, e Alex chegou a balançar as redes, mas estava em posição de impedimento. Se vencesse, o Coritiba chegaria aos 19 pontos e voltaria a assumir a liderança do Brasileirão.
 
Os times voltam a campo no meio de semana. O Coritiba tenta subir na tabela contra a Ponte Preta, às 21h (de Brasília) de quarta-feira, mais uma vez no Couto Pereira. Já o Vitória busca um lugar no G-4 contra o Botafogo, às 19h30m de quinta-feira, no Maracanã.
 
 
Bahia 2 x 1 Goiás
O Goiás tinha Walter, que aterrorizou o Vitória no Serra Dourada, e uma sequência de três jogos sem perder. O Bahia tinha uma crise política em sua administração, dois empates sem gols e uma derrota nos últimos jogos, e uma casa que ainda não era chamada de lar. Mas deu Bahia. Na noite deste domingo, o Tricolor venceu o Esmeraldino por 2 a 1 em seu primeiro triunfo na Arena Fonte Nova no Campeonato Brasileiro.
 
E se o dia era de primeiras vezes, Marquinhos viveu a sua: o meia-atacante do time baiano desencantou. De quebra, balançou a rede duas vezes, ambas no primeiro tempo. Foi também nos primeiros 45 minutos que Thiago Mendes descontou para o Goiás. Foram 45 minutos em que o Esmeraldino correu atrás da vitória, deu trabalho ao Bahia, mas viu o adversário ser mais feliz nas oportunidades de gol. A segunda etapa, em contrapartida, foi morna. Os treinadores das duas equipes lançaram mão de suas substituições e seguraram o ritmo do confronto.
 
Com o resultado, o Bahia ficou na 5ª posição da tabela, com 16 pontos. Já o Goias é o 10º colocado, com 12 pontos. Na próxima quarta-feira, o Tricolor recebe o Flamengo na Arena Fonte Nova, pela 10ª rodada do Brasileirão. O Esmeraldino duela com o Vasco, no Serra Dourada, na quinta-feira.
 
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE C 2013 (PRIMEIRA FASE - 6ª RODADA)
Guarani 1 x 0 Duque de Caxias
CRB 2 x 0 Luverdense
Águia de Marabá 2 x 1 Brasiliense
Vila Nova 0 x 0 Betim
Caxias 0 x 0 Madureira
Cuiabá 1 x 0 Sampaio Corrêa
Santa Cruz 0 x 2 Baraúnas
 
CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE D 2013 (PRIMEIRA FASE - 6ª RODADA)
Salgueiro 2 x 0 Ypiranga-AP
Ypiranga-PE 2 x 1 Central
Tiradentes 3 x 0 Potiguar de Mossoró
Juazeirense 0 x 0 Vitória da Conquista
Sergipe 2 x 0 CSA
Goianésia 0 x 1 Aparecidense
Marcílio Dias 0 x 0 Villa Nova-MG
Lajeadense 2 x 1 Londrina
Náutico-RR 3 x 0 Paragominas
Plácido de Castro 1 x 0 Genus
Gurupi 1 x 0 Parnahyba
 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Homem é preso por arrastar mulher no asfalto

2
Policial

Homem assassina jovem em carvoaria de fazenda na Estrada do Taboco

3
Policial

Homem é assassinado com tiro na cabeça enquanto discutia com a ex

4
Policial

Homem é encontrado morto na cama de casa após festa

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: DE VOLTA AO MEIO DO MUNDO (E AO ...

Manoel Afonso

Falta honra, sobra esperteza.

Robinson L Araújo

ME CONHECE COMO NINGUÉM

Ver Mais Colunas
498110796