A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8498

Conheça os alimentos inimigos da sua dieta

11 SET 2007 - 08h00min
terra

Perder uns quilinhos extras é o desejo de muitas pessoas. No entanto, a vontade de emagrecer é tanta que, às vezes, são cometidos erros cruciais na dieta. Para te livrar dessas armadilhas, três nutricionistas dão dicas valiosas.


Fernanda Pisciolaro, nutricionista e membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), diz que para emagrecer não há uma lista de alimentos que se deve comer e outra com os alimentos que devem ser evitados. "O segredo está em comer menos do que se estava acostumado, por isso a dieta deve ser individual", afirma.


A profissional da Abeso destaca ainda que não existe alimento "não-saudável", desde que ele esteja adequado à situação. "Não é errado comer um sanduíche em uma festa com amigos. O perigo está em substituir o café-da-manhã por esse tipo de alimentação", explica.


"Para perder peso é preciso uma dieta gostosa, mas claro que irão existir restrições", destaca a professora de nutrição do Centro Universitário São Camilo, Samantha Rhein.


No entanto, as dietas muito restritivas são igualmente perigosas. "Comer pouco diminui o metabolismo e o corpo começa a estocar gordura. Por isso, quando a pessoa desiste da dieta, às vezes, engorda o dobro", conta Fernanda Kobayashi, nutricionista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).


Dieta à base de frutas
"Se uma pessoa comer só frutas, vai emagrecer. Mas isso não significa que ela pode comer um cacho de banana por dia", explica Fernanda Kobayashi.


Outro engano, reconhecido pela nutricinista, é pensar que o suco de laranja, por ser saudável, não engorda. "Cada laranja tem em média 60 calorias. Para fazer um suco são necessárias cerca de três, ou seja, 180 calorias", exemplifica a nutricionista da Unifesp.


"Não adianta uma dieta cheia de alimentos saudáveis em doses altas", destaca Fernanda Pisciolaro. A nutricionista chama a atenção para as frutas com densidade energética muito alta, como é o caso da manga e o abacate, entre outras.


Dieta à base de líquidos
O perigo nesse tipo de dieta, segundo a nutricionista Samantha Rhein, está escondido em diversas armadilhas. A primeira está relacionada com a densidade energética do líquido. "Sucos com alta densidade de açúcar estimulam o organismo a produzir insulina que, por sua vez, aumenta o acúmulo de gordura", conta.


"Por não ser necessária a mastigação, os líquidos não geram a sensação de saciedade, ou seja, a pessoa fica com fome o tempo todo", Samantha destaca o outro ponto negativo.


E há ainda mais um problema. "Se o líquido ingerido for diet, muitas pessoas pensam que ele pode ser tomado à vontade. Mas não é bem assim, pois o açúcar é substituído por outra substância para adoçar e, em alguns casos, dependendo da substância, pode ser provocado o aumento de pressão sangüínea", explica a nutricionista.


"A dieta focada em um só alimento, seja qual for, se torna muito monótona, o que faz com que a pessoa desista e volte a comer compulsivamente", conta Samantha. "Este é o efeito sanfona", completa.


Alimentos integrais
"O fato de ser integral não faz perder peso. Esses alimentos têm mais minerais, são mais saudáveis. Mas têm a mesma quantidade de calorias ou mais que um alimento normal", explica Fernanda Pisciolaro.


Segundo a também nutricionista Fenanda Kobayashi, as fibras, presentes nos alimentos integrais, dão mais saciedade. Por isso, teoricamente, a pessoa vai comer menos. E é nesse ponto que os produtos integrais ajudam em uma possível perda de peso.


Alimentos diet e light
Pelo fato do alimento levar o título de diet ou light, a maioria das pessoas exagera na medida. "Há panetones, por exemplo, com 25% a menos de calorias, mas com essa desculpa muitos comem a metade do produto. Então não ajuda", conclui Fernanda Pisciolaro.


O chocolate é o campeão de enganos nessa área. "O chocolate diet é feito exclusivamente para diabéticos, não é um produto para perder peso", afirma Fernanda Kobayashi. "O açúcar é retirado do chocolate, mas a perda de volume do produto é compensada com gordura", explica a nutricionista.


Corte de carboidratos
"Se o carboidratado é cortado da dieta, o organismo passa a utilizar a proteína, ou seja, perde-se a massa magra e água. Portanto, a pessoa fica mais leve, mas não perde peso", explica Samantha Rhein.


Além disso, de acordo com a nutricionista, o carboidrato está ligado com a sensação de saciedade. Portanto, sem ele a tendência é que você fique mais irritado, o que ajuda a desistir da dieta.


Portanto, o segredo está em manter uma alimentação equilibrada e saudável. Para tanto, um nutricionista pode ajudar, principalmente durante os primeiros passos. "A maioria das pessoas não acredita que comer várias vezes ao dia emagrece", diz Samantha Rhein, se referindo a uma das maiores crenças com relação a dietas.


Segundo Fernanda Kobayashi, outro erro é contar as calorias de todos os alimentos. "Há pacientes que ficam reféns das calorias, mas esse não é o caminho".

Veja também

Mais Lidas

1
Nota de Falecimento

Dono de tradicional sapataria de Aquidauana falece neste sábado

2
Aquidauana

Rapaz de 25 anos acelera Uno em cruzamento com sinal fechado e colide em moto

3
Policial

PMA apreende armas e cabeça de jacaré com caçador ilegal

4
Geral

Governo convoca nova turma de aprovados em concurso para curso de formação da Agepen

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,96m
Miranda
5,66m
Aquidauana
2,93m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Robinson L Araujo

A FAMÍLIA E A ESCOLA COMO REDE DE PROTEÇÃO

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Ver Mais Colunas
498110591