A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
23 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8498

Em países ricos, 30% da comida comprada vai para o lixo, diz estudo

17 AGO 2007 - 11h22min
uol

Famílias de países ricos jogam no lixo cerca de 30% dos alimentos que compram, segundo um estudo apresentado na World Water Week, a conferência mundial sobre água que termina nesta sexta-feira em Estocolomo, na Suécia.


Esse desperdício coletivo significa também a perda de milhões de toneladas de água usadas para produzir os alimentos, diz o professor Jan Lundqvist, diretor do Comite Científico do Instituto Internacional da Água de Estocolmo (SIWI).


De acordo com o estudo, na Suécia, considerando-se apenas as famílias com crianças pequenas, 25% da comida comprada vai parar na cesta de lixo.


Nos Estados Unidos, os números mais recentes indicam que as famílias jogam fora cerca de meio quilo de comida por dia, o que equivale em media a 40% dos alimentos.


No Reino Unido, o desperdício é estimado entre 30% e 40%, num prejuízo avaliado em 20 bilhões de libras (cerca de R$ 82 bilhões) por ano.


"Comida é água"


"É preciso compreender que comida é água", afirma Lundqvist. "Nós bebemos um ou dois litros de água por dia, mas 'comemos' toneladas de água todos os dias."


Segundo ele, a produção de um quilo de carne, por exemplo, exige de 10 a 15 toneladas de água. Para um quilo de arroz, são necessárias de uma a duas toneladas de água - ou mais, dependendo da região de cultivo.


Comer um prato de bife com batatas fritas significa "beber" de 1,5 a 2 toneladas de água, ou seja, a água usada para produzir esta porção de comida, diz o pesquisador.


O desperdício de alimentos e água ocorre tanto no mundo desenvolvido como nos países em desenvolvimento, afirma o cientista sueco. Mas, segundo ele, há uma distinção básica.


"Nos países em desenvolvimento, como o Brasil, o problema do desperdício está mais concentrado no campo, com uma taxa média de 30% de perdas relacionadas ao armazenamento e transporte dos alimentos, especialmente nos países de clima mais quente e úmido. Na Europa e nos EUA, técnicas e mão-de-obra especializadas significam que o problema maior não está no campo, e sim nos lares."


Conforme o cientista, considerando-se o total jogado fora por consumidores, restaurantes e supermercados dos países ricos, assim como as perdas na cadeia de produção, a proporção do desperdício de alimentos no mundo desenvolvido é calculada entre 30% e 50%.

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Vítima de câncer, professora Vânia faleceu na madrugada desta segunda-feira

2
Policial

Casal de moto morre em acidente na BR-267

3
Aquidauana

Rapaz é preso em flagrante após furtar caixa térmica em loja de pesca e turismo

4
Policial

Demitido de boate, homem é preso após ameaçar ex-patrão em Águas do Miranda

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,77m
Miranda
6,38m
Aquidauana
2,59m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Robinson L Araujo

INDEPENDENTE DA SITUAÇÃO VIVIDA, ELE NOS ABRAÇOU!

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Ver Mais Colunas
498110739
SERIEMA1260