A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de julho de 2019
Anuncie Aqui
8828-->

Em situação inédita, Brasil joga como azarão hoje contra a Espanha

30 JUN 2013 - 08h15min
Folha Online
O Brasil lidará com uma sensação inédita hoje no Maracanã, quando entrar em campo para enfrentar a Espanha, às 19h, na final da Copa das Confederações, torneio que serve de ensaio para a Copa-2014.
 
A seleção não pisará em seu templo do futebol como favorita, não olhará o adversário de cima para baixo.
 
Atual campeã mundial e bicampeã europeia, a Espanha é o rival que todas as equipes tentam superar.
 
Além de estrelas como Xavi, Iniesta e Casillas, já são 29 jogos oficiais de invencibilidade, contando Copa das Confederações, Copa do Mundo, Eurocopa e suas respectivas eliminatórias.
 
Apesar do retrospecto intimidador, o técnico Luiz Felipe Scolari deixou claro ontem que não se abala.
 
"Com uma vitória, mandamos ao mundo a mensagem de que estamos no caminho certo para disputar o título de 2014 com mais sete ou oito seleções", afirmou Felipão. Para conseguir o feito, o treinador disse que não mudará a formação da equipe.
 
Apesar da conduta de desafiante, Felipão reconhece a superioridade do adversário, que, quando perdeu sua última partida oficial --para a Suíça, em 16 de junho de 2010--, o técnico do Brasil era Dunga, o centroavante era Luis Fabiano, o capitão era Lúcio e a estrela, Kaká.
 
O treinador, contratado em novembro passado para dar lastro ao time, manteve-se na trilha aberta por Mano Menezes, seu antecessor.
 
Barrou alguns medalhões, como Ronaldinho, resgatou outros, como Júlio César, e aproveitou a Copa das Confederações para dar rodagem a gente que nunca havia encarado um torneio com o selo da Fifa pela seleção.
 
Caso dos titulares David Luiz, Marcelo, Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar, Hulk e Neymar. "Eles [espanhóis] estão com a mesma equipe nos últimos cinco anos, muitos estavam na Copa-10, mas nós temos o apoio dos torcedores."
 
No torneio, até aqui, tem tudo dado muito certo. O Brasil atropelou Japão, México e Itália e se impôs no jogo mais difícil até agora, contra o Uruguai, na semifinal.
 
A Espanha, por sua vez, se cansou menos na primeira fase, quando ganhou de Uruguai, Taiti e Nigéria, mas bateu a Itália só nos pênaltis.
 
O acerto de contas ficou para hoje. Se houver empate no tempo regulamentar, o jogo irá para a prorrogação. Se a igualdade persistir, o torneio será decidido nos pênaltis.
 
Embora considere que muitas metas já foram alcançadas durante a competição, Felipão sabe que o título hoje tem poder transformador.
 
"O jogo bonito passa, o que fica para a história são os resultados", afirmou ele ontem.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Dupla passa 11 horas comendo e bebendo em conveniência e vai embora sem pagar a conta

2
Policial

Homem estuprava menina e a obrigava a enviar fotos

3
Esportes

Ex-Seduc e Aquidauanense, Marcos Henrique é contratado pelo Santos

4
Policial

Cadela morre envenenada e responsável procura a polícia

Vídeos

Ministro do Turismo lança em Bonito programa para geração de empregos e renda no MS

Com atrações tradicionais e elenco de programa de TV, circo é atração para família

Bombeiros resgatam gatinhos presos no motor de veículo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min19 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min19 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,75m
Miranda
2,73m
Paraguai
3,91m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Para...

Fausto Matogrosso

O Brasil diante do mundo

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EDUCAÇÃO, QUEM PRECISA?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Auto eletrica e peças Globo

Teodoro Rondon, 347 - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Médicos

Pedro U. de Oliveira - Clinico Geral

SOCIMED, - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Médicos

Heraldo Alan K. J. de Paula - Radiologista

Rua Duque de Caxias, 645 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2279
Ver Mais
508110638
Supermercado Siriema