O Pantaneiro

terça, 17 de julho de 2012 às 12h50

13º Festival de Inverno de Bonito aposta na arte do cinema com quatro mostras gratuitas

Evento começa no dia 25 de julho. (Foto: Thiago Jesus)

Notícias Relacionadas

O Festival de Inverno de Bonito, realizado pelo governo do Estado de Mato Grosso do Sul de 25 a 29 de julho, terá este ano mais atrações e novos espaços. E essa ampliação beneficia também o cinema e as oficinas. Com quatro mostras gratuitas programadas, o Festival contará com a exibição de 56 filmes, entre médias e curtas metragens.
 
O auditório Kadweu, no Centro de Convenções de Bonito, será o palco das exibições de cinema e das duas oficinas de fotografia gratuitas, tudo organizado pela Fundação de Cultura.
 
As oficinas “Tratamento de Imagem Fotográfica com Software Livre” e “Introdução à Linguagem Fotográfica”, ministradas pelo gestor de Artes do Núcleo Educativo do Museu da Imagem e do Som Alexandre Sogabe, são gratuitas. As inscrições devem ser feitas no primeiro dia do Festival.
 
As mostras de cinema também movimentam o Festival de Inverno de Bonito durante os quatro dias. A mostra da videomaker sul-mato-grossense Gabi Dias apresenta 25 curtas de diferentes temas, mas sempre com a mesma identidade: a arte. São clipes, filmes experimentais videoartes e o projeto Big Fun, uma campanha institucional e artística sobre Campo Grande, com 10 filmes sobre lugares turísticos e onde se divertir na Capital.
 
Já a mostra Manoel de Barros – o grande homenageado do Festival este ano - terá dois filmes apresentados. “Caramujo-Flor”, de Joel Pizzini, faz um panorama do itinerário de sua poesia através de uma colagem de fragmentos sonoros e visuais. “Só Dez por Cento é Mentira”, de Pedro Cezar, é um original mergulho na biografia inventada e nos versos do poeta, alternando trechos de entrevistas inéditas, versos de sua obra e depoimentos de leitores “contagiados”.
 
O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), que reúne produções nacionais e internacionais, combina cinema, história, cultura, meio ambiente e cidadania. Realizado pelo governo do Estado de Goiás, sua 14ª edição rendeu uma mostra itinerante com sete exibições no Festival de Inverno.
 
A mostra RUA - Registros Urbanos Audiovisuais, com obras de diversos videomakers do Estado, terá 22 exibições. A RUA tem como objetivo a difusão de vídeos que possuem como referência as cidades sul-mato-grossenses e o olhar de seus habitantes, o fortalecimento de uma identidade audiovisual e a valorização dos artistas videomakers. Os convidados desta edição são Leo Coutinho, Rafael Torres e Giuliano Gondim, integrantes das produtoras independentes Identidade Skate e Óia Produção Visual.
 
Diariamente será disponibilizado o “Trenzinho”, que levará o público até o Centro de Convenções de Bonito, gratuitamente. O transporte parte sempre da Praça da Liberdade para a Rua Luiz da Costa Leite. Os horários das partidas e retornos estão nos folders da oficial.
 
Mais
 
Este ano o Festival ampliou os espaços para público devido ao aumento de visitantes a cada edição. O palco Fala Bonito terá o dobro de apresentações, com artistas de Mato Grosso do Sul e do Brasil. Já o pavilhão das Artes abrirá espaço para um lounge interativo na Rua Pilad Rebuá, com sofás, plantas e poemas do grande Manoel de Barros.

Fonte: Noticias MS

Comentários

Deixe seu comentário

Antes de escrever seu comentário, Atenção! O Pantaneiro não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Parceiros Lise Jones - Cerimonial YouZoom Soluções Web Chiquinho Sorvets AT Informática Vivid Estudio Fotográfico Coeso Eletrificação Rural