O Pantaneiro

terça, 17 de julho de 2012 às 12h50

13º Festival de Inverno de Bonito aposta na arte do cinema com quatro mostras gratuitas

O Festival de Inverno de Bonito, realizado pelo governo do Estado de Mato Grosso do Sul de 25 a 29 de julho, terá este ano mais atrações e novos espaços. E essa ampliação beneficia também o cinema e as oficinas. Com quatro mostras gratuitas programadas, o Festival contará com a exibição de 56 filmes, entre médias e curtas metragens.
 
O auditório Kadweu, no Centro de Convenções de Bonito, será o palco das exibições de cinema e das duas oficinas de fotografia gratuitas, tudo organizado pela Fundação de Cultura.
 
As oficinas “Tratamento de Imagem Fotográfica com Software Livre” e “Introdução à Linguagem Fotográfica”, ministradas pelo gestor de Artes do Núcleo Educativo do Museu da Imagem e do Som Alexandre Sogabe, são gratuitas. As inscrições devem ser feitas no primeiro dia do Festival.
 
As mostras de cinema também movimentam o Festival de Inverno de Bonito durante os quatro dias. A mostra da videomaker sul-mato-grossense Gabi Dias apresenta 25 curtas de diferentes temas, mas sempre com a mesma identidade: a arte. São clipes, filmes experimentais videoartes e o projeto Big Fun, uma campanha institucional e artística sobre Campo Grande, com 10 filmes sobre lugares turísticos e onde se divertir na Capital.
 
Já a mostra Manoel de Barros – o grande homenageado do Festival este ano - terá dois filmes apresentados. “Caramujo-Flor”, de Joel Pizzini, faz um panorama do itinerário de sua poesia através de uma colagem de fragmentos sonoros e visuais. “Só Dez por Cento é Mentira”, de Pedro Cezar, é um original mergulho na biografia inventada e nos versos do poeta, alternando trechos de entrevistas inéditas, versos de sua obra e depoimentos de leitores “contagiados”.
 
O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), que reúne produções nacionais e internacionais, combina cinema, história, cultura, meio ambiente e cidadania. Realizado pelo governo do Estado de Goiás, sua 14ª edição rendeu uma mostra itinerante com sete exibições no Festival de Inverno.
 
A mostra RUA - Registros Urbanos Audiovisuais, com obras de diversos videomakers do Estado, terá 22 exibições. A RUA tem como objetivo a difusão de vídeos que possuem como referência as cidades sul-mato-grossenses e o olhar de seus habitantes, o fortalecimento de uma identidade audiovisual e a valorização dos artistas videomakers. Os convidados desta edição são Leo Coutinho, Rafael Torres e Giuliano Gondim, integrantes das produtoras independentes Identidade Skate e Óia Produção Visual.
 
Diariamente será disponibilizado o “Trenzinho”, que levará o público até o Centro de Convenções de Bonito, gratuitamente. O transporte parte sempre da Praça da Liberdade para a Rua Luiz da Costa Leite. Os horários das partidas e retornos estão nos folders da oficial.
 
Mais
 
Este ano o Festival ampliou os espaços para público devido ao aumento de visitantes a cada edição. O palco Fala Bonito terá o dobro de apresentações, com artistas de Mato Grosso do Sul e do Brasil. Já o pavilhão das Artes abrirá espaço para um lounge interativo na Rua Pilad Rebuá, com sofás, plantas e poemas do grande Manoel de Barros.

Fonte: Noticias MS

Comentários

Deixe seu comentário

Antes de escrever seu comentário, Atenção! O Pantaneiro não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Parceiros Chiquinho Sorvets YouZoom Soluções Web Coeso Eletrificação Rural Vivid Estudio Fotográfico Lise Jones - Cerimonial AT Informática