A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de Julho de 2017
Anuncie Aqui
8463
Pecuária

Fábrica de ração gera economia de até 30% nas fazendas do Grupo U6

Com a implantação da fábrica o Grupo U6 de Anastácio-MS ampliou a capacidade e hoje mantem 1.400 animais em 770 hectares, em uma de suas propriedades

17 JUL 2017 - 13h30min
Kelly Ventorim

A implantação de uma fábrica de rações e suplementos na propriedade rural tem como objetivo diminuir o custo final e aumentar a produção de alimentos industrializados. No entanto, deve-se estar ciente sobre a importância de uma suplementação correta e bem manejada na vida e produtividade do rebanho.

É grande a viabilidade da fábrica de ração, já que todos os tipos de alimentos concentrados para ruminantes podem ser nela produzidos, sejam para a pecuária de corte, sejam para a pecuária de leite. A produção de suplementos concentrados é muito semelhante para ambos os sistemas, havendo mudança apenas em alguns poucos ingredientes. 

De uma pequena fábrica de ração, podem sair suplementos energéticos, proteicos e rações fareladas destinados a várias categorias animais, tendo diversas composições, de forma que praticamente não existam limitações para o uso de diferentes ingredientes, sejam eles moídos, sejam na forma de farelos. Sem contar que, em propriedades que mantêm animais confinados, a fábrica será ainda mais importante, porque produzirá todo o alimento concentrado energético e proteico a ser fornecido na forma de dieta total. 

Trata-se, portando, de uma estrutura indispensável para a atividade. Enfim, utilizando equipamentos e técnicas de fabricação adequados e simples de se operar, todos os animais de uma propriedade poderão ser atendidos, dos bezerros aos reprodutores.


Fábrica foi implantada em menos de 60 dias

 

Fábrica foi implantada em menos de 60 dias

A fabrica, implantada em Anastácio atende mais de 5.000 cabeças do grupo U6

A fábrica apresentada nesta matéria foi implantada no município de Anastácio, Mato Grosso do Sul, em uma das propriedades do Grupo U6, para atender uma média de cinco mil animais por mês. O administrador do grupo, Glauber Nunes, disse que a decisão pela instalação da fabrica foi tomada pensando em ampliar a capacidade das propriedades. “E deu certo. Numa propriedade de 770 hectares hoje mantemos 1.400 animais e o pasto se mantem em boa altura”. 

Glauber - que foi parceiro da empresa Alvorada em 2016, na elaboração de um núcleo para produção de animais precoces desmamados com apenas sessenta dias, comercializado com o nome de Projeto 14 - explica que com apenas um colaborador produz a mistura que precisa, na quantidade necessária, com agilidade e economia. “Todo o processo é realizado direto na propriedade, com agilidade e sob minha supervisão. Compro o milho, compro o núcleo, faço a mistura de acordo com a idade dos animais e garanto ao grupo a precocidade que eles buscam com custo cada vez menor”.

O administrador comentou ainda que desde a instalação da fabrica, em abril deste ano, verificou uma economia próxima de 30%. “Toda semana recebo pecuaristas da região e até de outros Estados, que vem para conhecer o processo e os equipamentos”.

Montada pela empresa Campo-grandense Solutech Metal, de propriedade de João Acácio Minussi, a fabrica foi projetada sob medida para atender o grupo U6 e entregue em menos de sessenta dias, em pleno funcionamento.

O proprietário da Solutech explica que a montagem de fabricas aumentou muito no ultimo ano e que a empresa, que atende em todo o Brasil, tem hoje quatorze colaboradores e mais de quinze projetos em andamento.

Propriedade dobrou a capacidade. Hoje são 1.400 animais em 770 hectares

Balanceamento ou formulação de dieta, o que é isso?

Segundo Jorge Prado Borges Neto, professor do Curso CPT Fabricação de Ração na Fazenda, “Não há dúvidas de que fornecer uma dieta de qualidade, a custos compatíveis, é essencial para o sucesso da atividade. Por isso, o conhecimento sobre nutrição e alimentação animal é fundamental para que técnicos e criadores possam equilibrar qualidade e preço ao fornecer alimentos para seus rebanhos”.

Não existe nenhum alimento completo que tenha todos os nutrientes necessários para fazer um animal ganhar 1.800 g por dia. Para atingir esse objetivo de ganho é preciso misturar alimentos proteicos (soja, algodão, girassol) com energéticos (milho, sorgo, trigo, milheto) e analisar a qualidade da proteína, dos carboidratos, dos lipídeos e de todos os minerais, de forma contundente. Esse processo de mistura e análise de alimentos é chamado de formulação ou balanceamento da dieta.

Qual a importância do balanceamento dos ingredientes em uma dieta concentrada?

A resposta pode ser resumida em uma palavra: nutrientes. O balanceamento de dietas é uma ferramenta que nos permite desenvolver formas de suprir as necessidades de cada categoria animal, em diversas fases, ou até mesmo predizer o desempenho do rebanho. Para um bom desempenho produtivo, os ruminantes necessitam de água, proteína, energia, vitaminas e minerais.

 

 

Kelly Ventorim, com informações do site www.cpt.com.br


 

 

 

 

 

 

 
 

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

JBS abre 523 vagas de emprego e 14 são para a unidades de Anastácio

2
Policial

Caseiro suspeito de matar ex-vereador e esposa em MS queria vingança

3
Policial

Acusado de envolvimento na morte de ex-vereador é morto em confronto com a polícia

4
Policial

Piloto morre e empresário de Mato Grosso do Sul fica ferido em queda de avião no MT

Vídeos

PRF põe fim a sequestro, vítima estava em poder de menores

Equipe aquidauanense se prepara para o Rally dos Sertões

Sepultamento de Sophia Rondon

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,70m
Miranda
2,45m
Paraguai
4,65m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Falar...

Raquel Anderson

Autômatos (in) finitos

Rosildo Barcellos

Heróis Brasileiros

Ver Mais Colunas
481710746