A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
20 de junho de 2018
Anuncie Aqui
8498

Governo anuncia compra da Fazenda Buriti para solucionar conflito indígena

Propriedade fica em Sidrolândia (MS)

8 AGO 2013 - 06h41min
redação
O governo federal anunciou ontem (7) a compra da Fazenda Buriti como forma de solucionar o conflito entre indígenas e produtores rurais na região de Sidrolândia. O anúncio foi feito na reunião dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Gilberto Carvalho (secretaria Geral da Presidência) e Luís Inácio Adams (Advocacia-Geral da União) com o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), representantes do Governo do Estado, dos produtores rurais e de lideranças indígenas.
 
O ministro José Eduardo Cardozo prometeu que a solução será a mesma para demais áreas em conflito em Mato Grosso do Sul e também será adotada em todo o País.   ]
 
PEC: regras para demarcação entram em pauta
 
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, comprometeu-se com os deputados da Frente Parlamentar da Agricultura a colocar na pauta do plenário a votação da urgência do PLP 227 e criar a comissão Especial para a aprovação da PEC 215, que tira do Governo Federal e passa ao Congresso Nacional a competência de homologar a demarcação de terras indígenas. 
 
O Projeto de Lei Complementar 227, de coautoria do deputados federal de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, regulamenta o § 6º do art. 231 da Constituição Federal de 1988, definindo os bens de relevante interesse público da União para fins de demarcação de terras indígenas. A proposta prevê o pagamento de indenização a produtores rurais cuja propriedade for demarcada.
 
A matéria também estabelece o marco temporal para fins de demarcação de terras indígenas. Só poderão ser demarcadas as terras ocupadas pelos índios desde 5 de outubro de 1988.
 
O projeto prevê ainda prazos para a análise dos processos de demarcação e define que o Grupo de Trabalho que deve analisar os processos será composto por um antropólogo indicado pela FUNAI, um engenheiro agrônomo indicado pelo Ministério da Agricultura, um advogado indicado pelo Ministério da Justiça, um historiador, um agrimensor indicado pelo Ministério da Reforma Agrária, um sociólogo, um representante do município, um representante do estado ao qual pertence a área a ser demarcada, um representante do grupo indígena envolvido e um representante dos proprietários a serem desapropriados.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Motorista do Fiesta que bateu em Prisma relata como foi o momento da colisão

2
Policial

Vítimas de acidente na BR-262 foram identificadas. PRF segue investigação

3
Aquidauana

Em Aquidauana, Cejar abre inscrições para dois cursos técnicos

4
Aquidauana

Caminhonete atinge carroça e deixa homem de 61 anos com ferimentos leves

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
5,23m
Miranda
3,68m
Aquidauana
2,92m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Mais...

Robinson L Araujo

A IMPORTÂNCIA EM CONHECER A PALAVRA DE DEUS

Raquel Anderson

Calada noite

Ver Mais Colunas
498110757
Drogaria Aquidauana - Mídia de Quarta-Feira (20 de Junho de 2018)_1