A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
21 de julho de 2019
Anuncie Aqui
8828-->

Imunidade em baixa explica micoses a verrugas nos pés, fuja delas!

6 AGO 2007 - 09h03min
minha vida

Comemore: você está livre dos saltos por toda a vida - afinal, até hoje, nem os estilistas mais ousados sonharam em criar modelos de sapatos masculinos com o aditivo matador na sola. Festejou? Agora, chega. "Os homens são as maiores vítimas de micoses nos pés", afirma a dermatologista Carla Pecora. "Isso porque eles passam a maior parte do tempo com calçados fechados". Oh, yes: seus pisantes não estão completamente a salvo e, se você quer preservá-los, é melhor tomar alguns cuidados.


Causadas por fungos, as micoses provocam coceira, irritação e podem deixar a pele bem mais sensível. Ardência e dor são mais sensações possíveis. "Os microorganismos se instalam primeiro na unha, que começa a esfarelar. Isso porque ela é composta por queratina, substância digerida por eles", explica a podóloga e coordenadora técnica da Rede Doctor Feet, Cristina Lopes. "Se o problema não for tratado, no entanto, pode evoluir para outras unhas e para a pele".


A transmissão acontece pelo contato com objetos contaminados ou por meio do toque direto com a micose. "Mas só quando a resistência está baixa, por causa de estresse ou má alimentação, por exemplo", completa a podóloga.


Assim como os fungos, os vírus são agentes oportunistas, ou seja, só conseguem te derrubar quando seu sistema imunológico está debilitado. E são eles os responsáveis por um inconveniente que transforma qualquer caminhada num suplício.


A verruga plantar, popularmente conhecida como olho-de-peixe, é causada por uma variação do vírus HPV (o mesmo que, nas mulheres, pode levar ao câncer no colo do útero). Só não confunda: a verruga pode afetar você, também.


O contágio, nesse caso, acontece pela pele - não pela circulação sangüínea. "O vírus coloniza a epiderme e se multiplica junto com as células dessa região", diz a dermatologista da Unifesp. Para tratar a verruga, os especialistas usam ácidos ou cauterizações elétricas. "Em média, seis sessões resolvem o problema", afirma Cristina. Como nas micoses, o contágio acontece por contato direto e em situações de baixa imunidade.


Para evitar tudo isso, a receita é simples: secar bem os pés após o banho (com atenção especial para o espaço entre os dedos), dar preferência às meias de algodão (que absorvem o suor) e passar um talquinho antifúngico a cada troca de calçado.


Unha na carne
Não, você também não está sozinho quando reclama daquela maldita unha encravada. O problema é bastante comum, principalmente em quem fica muito tempo usando calçados sociais - mais duros e apertados, no geral. A dica para evitar o desconforto é dar preferência a modelos com o bico mais arredondado, que não deixem os dedos muitos comprimidos.


"Mas os tênis também podem encravar as unhas. Por isso, é muito importante escolher um modelo adequado à pratica esportiva e num tamanho confortável", afirma Carla Pecora. "Em alguns casos, são formados até hematomas embaixo das unhas e precisamos removê-los no consultório para aliviar a dor do paciente".


Contra o chulé, característica queima-filme de alcance quase irreversível, uma novidade: as palmilhas de fibras naturais. Diferente dos talcos, que empapam a meia de quem transpira demais, esses acessórios sugam o suor e atrapalham a vida dos fungos que insistem em se instalar entre os dedos, provocando a catinga - e as micoses.


Se você ainda não se convenceu, Cristina ainda lembra um bônus dessas palmilhas: meio enrugadinhas, elas passam o dia massageando a sola dos pés.


Por que nascem os calos?
Em forma de bolhas ou casquinhas, os calos surgem graças ao atrito muito forte entre uma região do pé e uma superfície áspera. Trata-se da forma encontrada pela pele de reagir à agressão. A exceção fica por conta dos calos que nascem na sola dos pés, normalmente resultantes de calçados mal escolhidos ou pisadas mal dadas, que forçam certas regiões a suportarem mais peso do que elas deveriam ou estão acostumadas.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Getam flagra motorista furando sinal em alta velocidade em Aquidauana

2
Policial

Mulher se separa de marido violento e passa a ser ameaçada por ele

3
Policial

Polícia Civil, PM e PRF prendem ladrões de joalheria e recuperam jóias roubadas

4
Policial

Ex-goleiro Bruno sai da prisão e vai para o semiaberto

Vídeos

Ministro do Turismo lança em Bonito programa para geração de empregos e renda no MS

Com atrações tradicionais e elenco de programa de TV, circo é atração para família

Bombeiros resgatam gatinhos presos no motor de veículo

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min21 max33

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min21 max33

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,75m
Miranda
2,73m
Paraguai
3,91m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quero...

Fausto Matogrosso

O Brasil diante do mundo

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: EDUCAÇÃO, QUEM PRECISA?

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Sorvetes Italiano Chocobom

Rua Estevão Alves Corrêa, Barrakech - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6875
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Ferreira Lanches

Av. Pantaneta, S/N Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Médicos

Cid Yukio Kuchida - Pediatria

Rua Manuel Antonio Paes de Barros, 1044 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1621
Ver Mais
508110637