A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
18 de Novembro de 2017
Anuncie Aqui
8504

Luta pela terra: Grupo terena diz que não respeita Justiça de MS

20 MAI 2013 - 09h13min
redação
A violência, inclusive com mortes, como já aconteceu em algumas regiões do Estado, se restringe ao campo das palavras entre índios e brancos na região da Fazenda Buriti, em Sidrolandia, invadida na última semana por grupos indígenas.

Ao invés da desocupação, já decidida pela Justiça o número de famílias aumentou e a invasão estendeu-se a outra Fazenda, a Cambará.

Para a Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) é de estranhar a demora da Policia Federal em cumprir a lei. A entidade também condena que a PF tenha dado voz de prisão a integrantes da família Bacha, proprietários da Buriti, sob a justificativa da proteção.

De parte dos índios o argumento é forte: dizem não respeitar ordem da Justiça Federal de Mato Grosso do Sul, por suspeitarem de imparcialidade dos magistrados. Os terena são taxativos: só cumprem decisão vinda de São Paulo!

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

'Gordinho da moto preta' que aterrorizava Aquidauana e Anastácio disse que 'roubava por prazer'

2
Policial

Homem procura Polícia Civil para 'denunciar' conversa de esposa com desconhecido no WhatsApp

3
Policial

Após investigação policial, mulher é presa por tráfico de drogas no Cristo Rei

4
Aquidauana

Casa do Trabalhador de Aquidauana oferece 6 vagas de emprego nesta sexta-feira

Vídeos

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Fiações rompidas são recuperadas e motoristas ‘fora do padrão’ podem ser responsabilizados

Moradores de Anastácio flagram óleo descendo para Rio Aquidauana

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
6,45m
Miranda
6,08m
Paraguai
1,72m

Colunas e Blogs

Robinson L Araújo

DEPRESSÃO NÃO É FRESCURA.

Rosildo Barcellos

Andar por Andar !

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: AFINAL, PARA QUE SERVE UM PÓS-D...

Ver Mais Colunas
498110475