A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
07 de abril de 2020
Anuncie Aqui
-->

Naviraiense surpreende e elimina a Portuguesa

Com pequena e empolgada torcida, de olho em Mundial daqui a 12 anos, equipe do Mato Grosso do Sul avança no Canindé, e a Lusa sai sob vaias

17 ABR 2013 - 08h10min
Maria Clara Ciasca / Globoesporte.com
Mais de três anos depois da histórica goleada sofrida para o Santos de Neymar, o Naviraiense voltou a São Paulo, também pela primeira fase da Copa do Brasil, desta vez para o jogo de volta contra a Portuguesa. O enredo, no entanto, foi outro, e a equipe do Mato Grosso do Sul sai de terras paulistas sem amargar uma goleada como os 10 a 0 para o Peixe. Melhor. Muito melhor. Aproveitando-se do momento instável da Lusa, a equipe do técnico Paulo de Rezende arrancou empate em 1 a 1 e avançou para a próxima fase da competição graças ao gol marcado fora de casa - o jogo de ida teve 0 a 0 no placar.
 
Nas arquibancadas, cerca de 50 torcedores do Naviraiense fizeram a festa - um deles carregava um cartaz com os dizeres "Rumo a Tóquio 2025". Do outro lado, a torcida da Lusa saiu revoltada com mais um vexame.
 
- É uma sensação muito boa, algo muito gratificante conseguir a classificação aqui diante da Portuguesa - disse Jean Batatais, meia que esteve presente nos 10 a 0 do Santos em 2010 e que agora dá a volta por cima com o time do Mato Grosso do Sul.
 
Na próxima fase, o Naviraiense terá pela frente o Paysandu, que classificou-se ao eliminar o São Raimundo. Antes disso, o time do Mato Grosso do Sul disputa o jogo de volta das semifinais do estadual com o Itaporã. Após a vitória por 1 a 0 no último fim de semana, a equipe sul mato-grossense avança com um empate neste domingo.
 
Já à Portuguesa restou a disputa da Série A2 do Paulistão. Também neste domingo, a Lusa reencontra o Comercial, responsável por deflagrar a crise no Canindé ao golear a equipe rubro-verde por 7 a 0, no últmo sábado.
 
Após quase cinco anos, Diogo voltou ao Canindé, mas não encontrou o estádio como imaginava. Sem atuar pela Lusa em casa desde julho de 2008, o atacante esperava por festa nas arquibancadas, assim como em 2007, temporada na qual brilhou e a equipe rubro-verde conquistou o acesso para a elite do futebol paulista. Desta vez, porém, os gritos eram de protestos pela goleada por 7 a 0 sofrida no último sábado, diante do Comercial.
 
O resultado em Ribeirão Preto acabou com o ambiente do clube, que estava há sete jogos invicto e muito próximo de subir na A2. O acesso ainda está perto ? a Lusa é a segunda colocada do Grupo 3, com os mesmos pontos do líder, mas atrás pelo saldo de gols -, mas a torcida já não confia mais no time.
 
Gritos de "vergonha", "segunda divisão" e "queremos jogador" começaram ainda antes da partida e eram novamente entoados a cada passe errado de um atleta da Portuguesa. O presidente Manuel da Lupa foi um dos principais alvos da fúria dos torcedores. Outro muito xingado foi o lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro. No clube desde 2011 e um dos líderes do elenco, ele está negociado com o Sport e nem entrou em campo nesta terça-feira.
 
Do banco de reservas, o ex-auxiliar Coronel Edson Pimenta, que substitui o demitido Péricles Chamusca, tentava organizar a equipe em busca de um gol para selar a paz com a torcida. A rede até balançou no primeiro tempo, após cabeçada de Valdomiro em cobrança de escanteio, mas o lance foi invalidado pela arbitragem, que alegou falta do zagueiro. Assim, a Portuguesa desceu para o vestiário sob mais vaias.
 
Do lado do Naviraiense, a torcida que viajou da cidade sul mato-grossense até São Paulo era só festa. Empolgados com o time que está próximo de disputar a final do estadual, os torcedores até mostraram um cartaz ousado na arquibancada do Canindé: "Rumo a Tóquio 2025". Jogar o Mundial de Clubes da Fifa ainda pode estar muito longe, mas avançar para a segunda fase da Copa do Brasil virou realidade para os visitantes a partir dos 26 minutos do segundo tempo, quando Paulo Sérgio escapou pela esquerda e chutou rasteiro - a bola não foi forte, mas entrou no canto direito do goleiro Gledson, que demorou a ir nela.
 
A Lusa ainda conseguiu empatar poucos minutos depois. Correa cruzou, Michel desviou de cabeça, o goleiro Washington deu rebote, e o argentino Flecha Arraya tocou para as redes. O gol evitou a derrota, mas não a eliminação precoce da equipe, que, mesmo com salários atrasados, terá de se virar para driblar a crise e conseguir o acesso de volta à elite do Paulistão ainda este ano.
 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Homem é preso por estuprar menina de 11 anos, neta da esposa dele, em Aquidauana

2
Policial

Vídeo: Motorista de trator diz que tentou desviar da moto para evitar acidente fatal

3
Policial

Jovem vai separar briga da irmã com namorado e leva 'martelada' na cabeça

4
Coronavírus

Idosa de 66 anos morre e é segunda vítima do coronavírus em MS

Vídeos

Motorista de trator diz que tentou desviar da moto para evitar acidente fatal

PM grava vídeo na língua terena para orientar indígenas sobre prevenção ao coronavírus

Lideranças de Taunay fecham o acesso ao distrito para quem não é morador

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max29

Aquidauana

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.
min22 max29

Anastácio

Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,40m
Miranda
2,35m
Paraguai
1,80m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Como...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"AVENTURAS DE MALAZARTES"

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: NADA SERÁ COMO ANTES (SERÁ?)

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Posto

Asa Branca

Duque de Caxias, s/n Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 4623
Telefones Úteis

IBGE

Rua Nelson Felicio dos Santos, 205 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 3408
Escolas Municipais

Escola Municipal Indígena Francisco Pires

, Distrito de Taunay - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ver Mais