A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
19 de outubro de 2018
Anuncie Aqui
8502

O efeito devastador das drogas na saúde do coração

28 SET 2007 - 09h21min
acessoria de imprensa

Cada vez mais, nota-se o aumento do consumo de drogas, lícitas ou não, entre os jovens e adolescentes. Sentimentos como depressão, culpa, ansiedade exagerada e baixa auto-estima são alguns fatores relacionados ao uso de substâncias psicoativas.  Entre as mais comuns, estão as ilícitas: maconha, cocaína e crack, entre outras. As consideradas lícitas, como o cigarro e o álcool, também são muito consumidas nessa faixa etária e têm efeitos devastadores.


Na busca por um falso prazer, por uma pseudo-segurança, as drogas são grandes vilãs. Acarretam irreparáveis prejuízos físicos e até mesmo psíquicos. "A maioria das drogas causa a liberação de hormônios do organismo responsáveis por aceleração do ritmo cardíaco e aumento da pressão arterial. Por conseqüência, ampliam as chances de arritmia cardíaca. É preciso encarar que se trata de um problema de saúde", alerta o dr. Bráulio Luna Filho, presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP).


De acordo com o dr. Bráulio, os prejuízos provocados pelo uso dessas substâncias podem ser agudos - processo de intoxicação ou overdose - ou crônicos, com alterações irreversíveis em muitos casos.  A cocaína, por exemplo, é a principal causa de infarto agudo do miocárdio em pessoas com menos de 30 anos. Já o crack, com ações mais intensas, é uma condenação à morte. A perspectiva de vida é reduzida drasticamente após dois anos de dependência.


A maconha não apresenta efeitos tão maléficos ao coração, pois causa relaxamento, em vez de excitação. Mas afeta outros órgãos com gravidade. "Os efeitos, a longo prazo, são resultados das reações anteriores. As tragadas, inaladas ou injetadas, repetidas e somadas, causam danos importantes, como micro-infartos e isquemias cardíacas", adverte dr. Bráulio. Vale lembrar que o determinante da gravidade é diretamente relacionado ao seu acúmulo e ao tempo de uso.


É preciso mais do que força de vontade e determinação para abandonar a dependência química. O recomendado é um tratamento psiquiátrico integrado, no qual família e usuário são assistidos em conjunto, além de um acompanhamento médico regular para avaliar a extensão dos prejuízos à saúde física.


Efeitos das drogas ilícitas mais conhecidas


Maconha - altera a percepção, causando comprometimento da capacidade mental, boca seca, aumento do apetite, taquicardia, aumento da pressão arterial, ansiedade e alucinações. A longo prazo, provoca distúrbios respiratórios, síndrome de dependência, diminuição reversível ou não das capacidades cognitivas e alterações de fertilidade e libido.


Cocaína - tida como droga estimulante, seus primeiros efeitos são a elevação da auto-estima, seguida de cansaço, insônia e perda de apetite. Após um curto período, gera uma forte depressão. A longo prazo, provoca a perda de tecido cerebral, danos à inteligência, necrose da mucosa nasal ou das veias, dependendo da forma do consumo, infecção sanguínea, pulmonar e coronária.


Crack - provoca euforia plena seguida de depressão, insônia, perda da sensação de cansaço, de apetite, de peso e desnutrição, problemas pulmonares como tosse, expectoração, pneumonia e edema pulmonar. A longo prazo, causa ataque cardíaco, derrame cerebral, aumento da pressão arterial e convulsão.

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Conhecido por 'Playboy da Mansão', homem é morto a tiros em cachaçaria na Capital

2
Policial

Corpo de rapaz é encontrado baleado e decaptado em Corumbá

3
Policial

Policial diz que 'agradece a Deus por estar vivo' após ataque de pitbull

4
Aquidauana

9º Batalhão de Engenharia de Combate de Aquidauana encena “Travessia do Chaco”

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
3,40m
Miranda
4,16m
Aquidauana
3,06m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Quero...

Robinson L Araujo

A ADOÇÃO QUE NOS TORNA LIVRES

Chico Castro

E AGORA JOSÉ?

Ver Mais Colunas
498110561