O Pantaneiro

terça, 24 de abril de 2012 às 16h10

Civil de Aquidauana: dois detidos por atuarem em diversos roubos

Dupla era do semiaberto de Aquidauana

Os pontos em vermelho no mapa identificam a área de atuação da dupla de meliantes.
Moto utilizada nos assaltos Johny Eder que já cumpriu pena por tráfico de drogas. Roberto de Souza, o

Notícias Relacionadas

Mesmo empenhados em dar suporte ao delegado Mario Donizete que ao longo da tarde de segunda-feira (23) esteve colhendo depoimentos dos integrantes da quadrilha que pretendia assaltar uma residência em Aquidauana, o Serviço de Investigações Gerais da Polícia Civil de Aquidauana (SIG) em parceria com a Polícia Militar de Aquidauana, elucidou mais uma sequência de crimes.
 
Já incomodando a população aquidauanense, principalmente a classe empresarial a dupla, Roberto de Souza e Johny Eder Santos de Oliveira, armada com revólver, invadia estabelecimentos comerciais e sob fortes ameaças, inclusive de morte, fazia as vítimas entregarem todo o dinheiro do caixa.
 
À medida que eram registrados os Boletins de Ocorrência, os policiais civis – com o auxílio do georeferenciamento – conseguiram determinar a área, o local, à forma de atuação dos marginais e suas respectivas características físicas. 
 
Em todos os lugares em que praticaram o assalto, Roberto, vulgo “Horror” e Johny, vulgo “Johny macaco”, agiam da mesma forma. Entravam de capacete no local, anunciavam o assalto e fugiam em uma moto CG Honda Titan, cor prata, a qual era deixada escondida próximo ao local/alvo.
 
Tanto Roberto quanto Johny cumpriam pena no semiaberto de Aquidauana, sendo que Johny já teria cumprido pena no regime fechado por tráfico de drogas. Sendo assim outro fator chamou atenção dos investigadores, que notaram que o horário dos assaltos acontecia sempre no horário de entrada ou saída dos reeducando do regime semiaberto.
 
Roberto foi preso em flagrante no sábado (21) logo após ter roubado certa quantia em dinheiro do Posto WA, recém inaugurado na Avenida Pantaneta. Já Johny foi preso na segunda-feira (23). Mesmo sendo reconhecida pelas vítimas, a dupla nega a autoria dos crimes, porém foram indiciados pela prática de seis assaltos em Aquidauana.
 
A Civil de Aquidauana destaca que: para denúncias desses e de outros crimes, o Setor de Investigações Gerias da Primeira Delegacia de Polícia de Aquidauana disponibiliza o telefone 3241-2020 (plantão), garantindo o total sigilo das informações prestadas.

Fonte: da redação/Priscila Barbiéri

Comentários

Deixe seu comentário

Antes de escrever seu comentário, Atenção! O Pantaneiro não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Parceiros YouZoom Soluções Web Chiquinho Sorvets Vivid Estudio Fotográfico AT Informática Coeso Eletrificação Rural Lise Jones - Cerimonial