A edição digital do jornal O Pantaneiro é restrita para assinantes.Assine
15 de dezembro de 2018
Anuncie Aqui
8504
Agronegócio

Programa do Senar e Aprosoja intensificará atividades em Bonito, Jardim e Bodoquena

Serão 100 novas vagas oferecidas em Mato Grosso do Sul em 2019

8 DEZ 2018 - 10h07min
Redação com Assessoria

Agricultores da região de Jardim, Bonito e Bodoquena receberão reforços em suas propriedades com o Soja Plus, um programa de adesão gratuita, administrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso do Sul (Senar/MS) em parceria com a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS), que visa a gestão econômica, social e ambiental das propriedades rurais. Ao todo serão 100 vagas para Mato Grosso do Sul em 2019, com prioridade para a região turística de Bonito.

“O Soja Plus tem por objetivo orientar os agricultores sobre qualidade de vida no trabalho, melhores práticas de produção, viabilidade financeira e econômica, qualidade e responsabilidade social. Essa iniciativa vai intensificar o trabalho preventivo por parte dos produtores rurais da região, que prezam pela sustentabilidade na atividade”, relata o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke.

“O Soja Plus é um programa muito importante para o estado, para nos adequarmos com o apoio técnico, que traz com clareza o que precisamos organizar. O Programa é um orgulho para o produtor sul-mato-grossense”, completa o presidente.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito, reforça que o Soja Plus é uma iniciativa de extrema relevância ao produtor de Mato Grosso do Sul e iniciou em 2014 e já atinge 52 municípios. “Nos quatro anos de Soja Plus, 636 propriedades com área equivalente a 580 mil hectares de soja receberam visitas técnicas”.

Sobre a prioridade de atender a região de Bonito, Jardim e Bodoquena, Schmaedecke considera as últimas ocorrências que impactam a harmonia entre o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável. “Não podemos correr riscos. A preservação do meio ambiente é prioridade da classe produtora, que deve ancorar suas decisões no Código Florestal vigente”, finaliza.

Veja também

Mais Lidas

1
Anastácio

Casa pega fogo, chamas consomem todos os pertences e matam o cachorrinho de casal

2
Aquidauana

Encontrado o corpo do trabalhador que desapareceu no rio Negro

3
Anastácio

Diabética e cega, jovem quer ajuda para fazer consulta e conseguir transplante

4
Anastácio

Idoso em Golf tenta desviar de capivara na pista, mas capota

Vídeos

Entrevista com os produtores do Longa-Metragem sobre Sasha Siemel

Tráfego de carretas no cruzamento da Duque de Caxias causa preocupação na população.

4ª Marcha pela Vida - Aquidauana MS

Ver mais Videos

Níveis dos Rios Hoje

Paraguai
2,52m
Miranda
5,26m
Aquidauana
2,66m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Preciso...

Manoel Afonso

MDB sobreviverá sem Puccinelli?

Alessandro Arruda

As leis e nossa incapacidade de produzi-las

Ver Mais Colunas
498110776